Archive for the ‘Distrito de Viana do Castelo’ Category

>Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço

>

A Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço (FAFM), que este ano decorre entre 29 de Abril e 1 de Maio, começou, em 1995, por se apresentar como uma mostra de produtos locais para as populações locais.

Com o passar dos anos e como os dados demonstram , a FAFM tornou-se numa festa reconhecida a nível nacional. Em 2009 o Turismo de Portugal reconheceu o seu interesse para o turismo. Produtores de alvarinho e de fumeiro do concelho marcam presença na Feira.

Presentemente, trata-se de um evento com notoriedade nas festas gastronómicas do país, atrain do pessoas dos diversos pontos do território nacional e também um grande número de espanhóis, sobretudo da vizinha Galiza.

A autarquia melgacense nota, em texto editado na internet, pretender que o certame constitua um momento alto na estratégia traçada para a promoção dos produtos locais de qualidade e das actividades que com eles se relacionam, como sejam os vinhos alvarinhos, o fumeiro, o artesanato, o turismo, a gastronomia e outros, bem como uma oportunidade única para a criação e a consolidação de laços entre os agentes do comércio, os consumidores e a produção.

Gamado aqui

>Fim de Semana Gastronómico em Caminha

>

Caminha organiza um Fim-de-semana Gastronómico nos dias 9 e 10 de Abril. O evento junta ementas especiais nos restaurantes aderentes, bem como uma programação especial e descontos de 10% em alojamento do concelho. O tema do fim-de-semana é o polvo do “nosso” mar e o tradicional arroz doce.

Trata-se de uma actividade organizada pela Câmara Municipal de Caminha, no âmbito da iniciativa “Fins-de-Semana Gastronómicos” promovida pela Turismo do Porto e Norte de Portugal sob a marca “portoenorte.come”.

Assim, 36 restaurantes do concelho de Caminha vai aderir e vão cozinhar os melhores pratos de polvo e as mais saborosas sobremesas de arroz doce. Para quem vem de fora, pode aproveitar os descontos nas 17 unidades de alojamento aderentes. O Município tem ainda programada animação especial para este fim-de-semana. Música, desportos de contacto com a natureza, entre outras actividades asseguram um fim-de-semana com boas refeições, mas também com digestões feitas com alegria.

Gamado, aqui.

>Fim-de-semana do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima

>

O Município de Ponte de Lima, à semelhança dos anos anteriores, associa-se mais uma vez ao projecto do Turismo Porto e Norte de Portugal dos Fins-de-Semana Gastronómicos, promovendo o “Fim-de-semana do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima”.
Agendado para os dias 26 e 27 de Março, a iniciativa visa promover a gastronomia típica do Concelho, que assenta no tradicional Arroz de Sarrabulho, iguaria única, e um dos principais motores de desenvolvimento económico do Concelho.

O afamado Arroz de Sarrabulho de Ponte de Lima, verdadeira especialidade gastronómica, serve-se acompanhado do Vinho Verde da região, nomeadamente do típico Vinhão, néctar de cor bastante carregada – casta tintureira – com sabor encorpado e persistente e, com um aroma a frutos vermelhos, frutos silvestres. É recomendado para a nossa gastronomia, nomeadamente, para o Arroz de Sarrabulho.

E tal como acontece todos os fins-de-semana, a Vila de Ponte de Lima é um destino muito procurado, especialmente para a degustação do famoso Arroz de Sarrabulho, estimando-se assim a vinda de milhares de comensais no “Fim-de-Semana do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima”.

Atento à afluência de público à Vila, o Município de Ponte de Lima preparou um programa cultural e musical diversificado. Concertos de música popular, desfile tradicional, encontro concelhio de grupos de bombos e uma palestra sobre o conceituado limiano Teófilo Carneiro.

O programa conta com a participação dos seguintes grupos:

Sábado – 26 de Março

15h – Grupo de Música Popular da Portela – Correlhã
16h30 – Grupo de Música Popular Cantares da Eira – S. Martinho da Gandra
17h00 – Palestra “Teófilo Carneiro, um humanista da Ribeira Lima” pelo Arq. Campos de Matos na Biblioteca Municipal, 120º aniversário do nascimento.
Domingo – 27 de Março

09h – Feirão do Folclore – Rancho Folclórico de Calheiros
10h00 – Encontro Concelhio de Grupos de Bombos, Bárrio, Arcozelo, Fornelos, Vitorino dos Piães
14h30 – Desfile da Tradição pelos Grupos Folclóricos do Concelho de Ponte de Lima. Cantares e Danças nos Largos e Ruas “A Vila a dançar”.

Gamado, aqui.

>Ponte de Lima vai ter um boutique hotel em meio rural

>

Tirar partido da ruralidade que caracteriza o concelho de Ponte de Lima é a principal aposta do Carmo”s Boutique Hotel que deverá abrir no início do próximo ano, na freguesia de Gemieira.

Equivalente a um hotel de cinco estrelas, a nova unidade de alojamento pretende marcar a diferença oferecendo serviços que proporcionam aos hóspedes vivências tipicamente rurais.

Iniciativa de um grupo de investidores locais e do Porto, a construção da nova unidade hoteleira implicará um investimento da ordem dos dois milhões de euros. A unidade de luxo está a nascer a cinco minutos de distância do centro da vila e muito próximo dos principais acessos viários do Minho e da Galiza.

O projecto, da autoria do arquitecto J.M. Carvalho Araújo, enquadra-se na filosofia definida para o projecto que pretende conciliar “o passado, de uma terra repleta de tradição, humanidade, modernidade e inovação”.

O empreendimento integrará uma quinta, que privilegiará as raças autóctones, hortas e todo o tipo de actividades ligadas ao campo, promovendo “os produtos de excelência do mundo rural”, e possibilitando aos visitantes desfrutar dos produtos tradicionais do concelho.

Ver artigo completo no Público

>Ponte da Barca

>

Ponte da Barca está situada na margem esquerda do rio Lima e perto de metade do concelho faz parte da área do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). O nome da terra advém da barca que fazia a ligação entre as duas margens do rio, antes de existir a ponte.

Neste concelho visite a típica aldeia do Lindoso, com o seu castelo e um campo de espigueiros. Na vila, os muitos solares e palacetes sobressaem , assim como o edifício dos Paços do Concelho, o Pelourinho, a Matriz dedicada a S. João Baptista.

A românica Igreja do antigo Mosteiro de Bravães merece também uma visita assim como nos achados arqueológicos o destaque vai para a Pedra dos Namorados, em Ermida.

Os bordados e a tecelagem são os produtos mais trabalhados no campo do artesanato em Ponte da Barca. O artesanato local e os produtos regionais são expostos e vendidos no Centro de Exposição e Venda de Produtos Regionais (CEVPR), no centro histórico da vila.

Na gastronomia local, as papas de sarrabulho, a chanfana de cabra à moda de Germil, a lampreia e o cabrito de Boivães satisfazem os desejos dos bons garfos.

A não perder
Aldeia de Entre-Ambos-os-Rios
Aldeia de Ermida
Aldeia de Germil
Aldeia do Lindoso
Cascata de Fervença
Castelo do Lindoso
Capela de Nossa Senhora da Lapa
Capela de Santo António
Capela de São Bartolomeu
Igreja da Misericórdia de Ponte da Barca
Igreja de Bravães
Igreja Matriz de Ponte da Barca
Igreja e Torre do Antigo Mosteiro de Vila Nova de Muía
Museu da Ermida em Ponte da Barca
Ponte sobre o Lima

Gamado no JN

>Vilar de Mouros com parque temático dedicado à música

>

A Câmara de Caminha e a Junta de Freguesia de Vilar de Mouros querem potenciar a zona do recinto do mítico festival. Para além de trazer de volta o Vilar de Mouros, as autarquias pretendem criar um Parque Temático dedicado à música, que sirva de apoio não apenas ao festival, mas a outro tipo de actividades culturais e de lazer.

Depois de contactar com vários promotores de eventos, as autarquias consideram que investir no festival de Vilar de Mouros de forma isolada não faz sentido. “Não nos queremos precipitar com o regresso do festival. Queremos que volte com qualidade, num projecto sustentável e mais abrangente, e que não se cometam os mesmos erros do passado em termos de investimentos”, garante o vereador da Cultura, Paulo Pinto Pereira.

Querem retomar o festival, conhecido como o mais antigo de Portugal, mas o projecto vai mais além: “queremos valorizar o espaço do recinto do festival com valências que permitam dar condições para outros eventos ao longo do ano, infra-estruturas fixas que sirvam também o festival em todas as futuras edições”, explica o vereador da Cultura.

Ver artigo completo aqui

>Museu do Brinquedo Português (Ponte de Lima)

>

“O Museu do Brinquedo Português, “único no país”, abre portas até ao final do ano em Ponte de Lima, com o espólio do colecionador Carlos Anjos que reúne 30 mil peças, anunciou o presidente da Câmara. (…) Tudo começou por influência de uma amigo colecionador de brinquedos antigos, que lhe despertou o gosto de fazer o mesmo, no início da década de 80. Primeiro, reuniu apitos de barro, depois passou para peças em madeira, nascendo, assim, brinquedo atrás de brinquedo, o desejo de querer sempre mais. “Isto é um bicho que entra e não sai mais”, afirmou (…) Carlos Anjos, que “anda sempre de olho aberto” em busca destes objetos.” (…) (gamado daqui)

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.