>Resort no Sabor (Trás os Montes)

>

imagem daqui

Pois é. Lançada a âncora, surge uma ideia e agora outra.

«”Um empresário de Vila Flor vai investir na construção de um resort nas Cabanas de Baixo, na freguesia de Vilas Boas, concelho de Torre de Moncorvo. Em causa pode estar um investimento de alguns milhões de euros. O projecto designado ‘Dourluns Resort Hotel & SPA’ já foi discutido na Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo, que aprovou por maioria a Declaração de Interesse Concelhio solicitada pela autarquia.
O resort está em fase de candidatura a fundos comunitários, pelo que o investidor, Tiago Bessa, um jovem empresário, preferiu não avançar números nesta fase, mas admitiu a Mensageiro de Bragança que deposita “muita esperança” neste investimento que tem na mira todo o potencial da região demarcada do Douro, nomeadamente do Douro Superior, do Vale do Côa e da futura albufeira que será criada com a construção da barragem do Baixo Sabor. As entidades locais ligadas ao Turismo deram grande incentivo ao jovem para avançar.”»

«A área é apetecível por ser junto à Foz do Sabor, cuja praia fluvial já é explorada actualmente. “Trata-se de uma zona que foi considerada âncora, e de interesse nacional, que pode alavancar a região em termos económicos. Além de que com a construção das novas acessibilidades, designadamente do IC5 e IP2, estes concelhos vão ficar muito mais próximos do litoral e de Espanha”, referiu Tiago Bessa. A isto soma o facto de haver ainda muito para fazer ao nível do Douro e dos seus recursos para o turismo. “No verão há inúmeros iates no Douro, principalmente com turistas espanhóis, é preciso aproveitar tudo isso aqui e não está a ser explorado”, adiantou. O investidor não nega que deposita esperança no futuro do Baixo Sabor e no que a albufeira, a criar pela barragem, pode trazer. “Vamos ver o que vai acontecer. Ainda não se sabe, mas as perspectivas são boas”, disse. Por outro lado, o empresário prevê o aproveitamento de oportunidades de negócio nos vários concelhos próximos de Torre de Moncorvo, como Vila Flor, Carrazeda de Ansiães, Alfândega da Fé e Vila Nova de Foz Côa, onde actualmente existem muitas carências ao nível do alojamento. “Nota-se que existe falta de camas. Não há hotéis, nestes concelhos também há carências de dormidas. Em Torre de Moncorvo a única pensão que existia fechou”, afirmou.
Na mesma altura, a Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo aprovou a construção do Recinto de Diversões Aquáticas da Foz do Sabor, liderado pela mesma família. Tiago Bessa vê a região como uma zona onde cada vez mais vale a pena investir, ainda que a maioria dos jovens partam para outras paragens em busca de melhores oportunidades. A crise económica que se vive também não fez desistir o empresário que considera que, nestas alturas mais difíceis, “é que é preciso trabalhar mais e arranjar oportunidades onde parece que não existem”.»

sacado daqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: