>Romaria Internacional Nossa Senhora da Luz

>

Foto gamada ao Aníbal Gonçalves

Realiza-se no próximo Domingo, 1 de Maio, em Constantim, concelho de Miranda do Douro a Romaria de Nossa Senhora da Luz. Esta é uma festa que todos os anos traz milhares de pessoas ao recinto do Santuário tanto pela sua fé, convívio e até mesmo para compras, uma vez que o comércio transfronteiriço está presente ao longo da linha de fronteira.

Importante salientar, que o santuário fica situado no cabeço da luz, perto da fronteira com Espanha, por isso tanto portugueses como espanhóis demonstram a sua fé à Santa. Outrora esta era a oportunidade para se poder saltar a fronteira como demonstra o excerto que se segue.

“A Senhora da Luz.  Eu não sei qual foi a razão que os portugueses e os espanhóis quiseram fazer uma capela em honra de Nossa Senhora.  Mas os espanhóis queriam do lado da Espanha.  De manhã a capela estava em baixo.
Depois resolveram fazê-la na raia.  A mesma coisa.  Aparecia pelo chão.
Fizeram no lado português, e a capela até hoje ainda está lá.
[M.C.F.: –Isto é a Capela da Senhora da Luz, em…?
Informante: –Em Constantim, Miranda do Douro.]
E então faz a festa internacional.  Quando foi a Segunda Grande Guerra, estava muitos anos sem haver festa.  E depois a irmã do meu primo Manuel, que é dos pauliteiros, a irmã dele era mordoma de Nossa Senhora, e eles eram muito amigos c’o governador civil da Espanha e c’o governador civil de Portugal, e lá arranjaram antão pa fazer outra vez o passo livre.
Mas aquilo é muito interessante ir àquela romaria.  Porque há onz’horas (?) ou assim não dão o passo livre.  ‘Tão os carabineiros na raia, e a guarda portuguesa e a espanhola, não é?  Não dão o passo livre.  Mal apenas dão o paso livre, olhe, fica tudo trocado: os portugueses todos em Espanha, e os espanhóis todos em Portugal.  É romarias assim, lindas, que eu gosto até bastante de…  Gostava muito d’ir, porque a gente ia prà Espanha.   Comprávamos escabeche, laranjas, fruta, bananas, e assim, muita coisa.  Mas os espanhóis, polvo.  E os espanhóis vinham pra Portugal era a comer vitela assada, vinho…”

Fontes: Câmara Municipal de Miranda do Douro e Manuel da Costa, Portuguese Folktales in North America: Canada, n/a, sem editora, s/d , p.7A266:95 Ano1984

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: