>Mação recuperar vinho centenário

>

O vinho “Chave Dourada”, vinho licoroso secularmente produzido em Mação, em vias de extinção desde as invasões francesas, vai ser alvo de um projeto da autarquia tendo em vista a sua preservação e conservação.

Preservado e produzido hoje em dia por um reduzido número de produtores que limitam o seu consumo à família e a um círculo restrito de amigos, a sua “fórmula secreta” de fabrico tem passado de geração em geração por três famílias de Mação, permanecendo em “risco latente” de extinção.

Para conservar a tradição e criar uma “imagem de marca Mação”, a autarquia vai lançar um programa de revitalização do “Chave Dourada” a partir de algumas pipas seculares que ainda subsistem no concelho e construir uma barrica que, a partir da “mãe” do secular vinho, permita a manutenção e sobrevivência daquele património e tradição.

Durante a Guerra Peninsular, em 1810, “aquilo que os invasores não conseguiram beber, destruíram, derramando o vinho pelo chão e arrombando o tonel”, na ocasião já com 110 anos, disse António Louro, vereador na Câmara de Mação e coordenador do projeto.

Então, três pessoas de Mação recuperaram parte da “mãe” do Chave Dourada, a borra ou o pé da secular pipa para manter o licor.

Ver artigo completo aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: