>Aumento de taxas e licenças diminui toiradas à corda

>

A época das toiradas à corda na ilha Terceira já começou , mas estão previstas apenas 11 touradas em Maio, menos 24 do que no ano passado, devido ao crescente aumento das taxas e licenças para estes espectáculos.

“As licenças para os foguetes, uma obrigação da lei nas touradas à corda, que custavam no ano passado cinco euros, aumentaram este ano para 100 euros por tourada”, afirmou José Henrique Pimpão, investigador deste fenómeno de divertimento popular, em declarações à Lusa.

Por outro lado, salientou que, no que se refere ao policiamento, “no continente um agente recebe 19 euros por quatro horas, enquanto nos Açores cobram 50 euros”, o que faz com que uma tourada com 10 agentes policiais envolva um custo de 500 euros.

O comissário Alfredo Rodrigues, da Divisão da PSP de Angra do Heroísmo, disse à Lusa que “são aplicados os valores da tabela nacional”, salientando que “existem duas tabelas – A e B – inserindo-se as toiradas à corda na tabela B, cujo pagamento vai de 28,68 euros até 55,03 euros, de acordo com a patente” do agente policial. “São pagos pelo posto, se é dia ou noite, se é dia de semana ou fim-de-semana, com variáveis de preço”, acrescentou.

Andreia Cardoso, presidente da Câmara de Angra do Heroísmo, manifestou compreensão pelo problema, mas frisou que “a sua resolução depende da legislação, que é nacional, não havendo nada que os responsáveis regionais e locais nos Açores possam fazer”, opinião também defendida por Paulo Codorniz, vereador da Câmara da Praia da Vitória.

Num estudo que realizou, José Henrique Pimpão concluiu que, em 2010, foram realizadas 257 toiradas à corda na Terceira, que custaram às comissões organizadoras 334.100 euros, dos quais “205.600 euros (61,5 por cento) se esfumaram nas taxas, licenças e policiamento”.

Segundo este investigador, “os ganadeiros receberam 500 euros por toirada, enquanto as obrigações legais custaram 800 euros”, alertando que “este é o caminho mais curto para o fim da festa brava como a conhecemos na Terceira”.

Tendo em conta apenas o mês de Maio, no ano passado ocorreram 35 touradas à corda, em 2009 foram 23 e em 2008 tinham sido 47.

A época das touradas à corda na Terceira começa a 1 de Maio e termina a 15 de Outubro, decorrendo, em média, mais do que uma tourada por dia.

Gamado aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: