>Emparcelamento para viabilizar raça Churra

>

O presidente da Associação de Ovinos de Raça Churra Galega defende que o emparcelamento agrícola é a melhor forma de rentabilizar a produção pecuária de forma a aumentar o seu potencial económico evitando a redução do efectivo.

Francisco Rodrigues é ainda da opinião de que os agricultores serão de começar a pensar em criar áreas de pastoreio maiores para que o número de cabeças de gado seja mais relevante.

“O que me interessa ter mais de 90 hectares de terreno todos fraccionados? Se fossem dois o três prédios com mais de 30 poderia colocar uma vedação e deixa andar os animais à vontade de forma a poder desenvolver outras actividades”, exemplificou o produtor pecuário.

São estes factores que por vezes levam a ao “desanimo” no seio do produtores de gado ovino o que os leva a abandonar a criação quando de trabalho com animais cuja carne é considerada de “extrema qualidade ”.
Desabafos feitos durante os XVI concurso Nacional de Ovinos de Raça Churra Galega Mirandesa que decorreu em Malhadas (Miranda do Douro) no passado dia 16. A iniciativa registou este ano uma quebra de cerca de 20 por cento face ao anterior concurso.

No entanto, os responsáveis pela manutenção daquela raça autóctone mostram-se crentes no futuro e acreditam mesmo que o efectivo poderá aumentar fruto de uma nova estratégia de comercialização da carne de cordeiro.

Ver artigo completo aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: