>Ovibeja: ainda as despesas militares

>

Eram os Dassault-Dornier no céu e as “chaimites” da GNR, demonstrando o seu potencial e dando aos visitantes da Ovibeja a possibilidade de se sentirem aos comandos dos meios de combate. Neste caso, tratava-se certamente de uma medida de poupança; a GNR servia simultaneamente para assegurar a segurança, no caso de a Ovibeja ser atacada pela Alcaida (e os níveis de alerta subiram para o máximo após o caso do bin Laden) e para exposição.

(Não gosto de escrever o nome da organização terrorista islâmica à inglesa; e este teclado não aceita caracteres árabes. Daí a grafia portuguesa, “alcaida”. Dúvidas?)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: