Archive for the ‘Associativismo’ Category

>Tasquinhas do Landal (Caldas da Rainha)

>

De 27 a 30 de Maio, decorrem as 15º Tasquinhas do Landal “Codornizes e Pão-de-Ló”, com a presenças das tasquinhas dos Casais da Serra, de Santa Susana, Rostos e do Landal.

Sexta feira, pelas 18 horas serão inauguradas as tasquinhas e uma hora depois, abertas ao público. Às 23 horas, terá início um baile com o agrupamento musical “Hi-fi”.

Amanhã, dia 29, abertura das tasquinhas às 12 horas e às 22 horas, haverá um baile com “Lords”.

No Domingo, logo pelas 9 horas, realiza-se um passeio de Auto Cross “Tasquinhas do Landal”. Às 12 horas, abrirão as tasquinhas. Pelas 15, haverá missa seguida de procissão. A partir das 17 horas, a Banda Filarmónica de A-dos-Francos dará um concerto. Uma hora depois, actuará o Grupo de Danças de Salão dos Casais da Serra e às 19 horas. Às 22 horas, haverá um baile com o conjunto musical os “Chaparral Band”.

No último dia, segunda-feira, As tasquinhas abrirão às 19 horas e realiza-se um baile com o grupo “A. F. Music”, a partir das 22 horas.

>"Todos a Fátima" à procura de um milagre

>

De Norte a Sul do país, inclusive na Madeira e nos Açores e também no estrangeiro, centenas e centenas de entusiastas de motorizadas antigas estão a preparar-se para aquele que pretende ser o maior encontro do mundo de motorizadas antigas. Organizado pelas revistas “MotoClássica” e “SóClássicas”, o encontro vai ter lugar no próximo dia 11 de Junho em Fátima, prevendo-se que estejam presentes perto de 4000 motorizadas antigas.

O actual recorde do mundo deste tipo de encontros é holandês e já tem vários anos, e o número de motorizadas que então se conseguiu reunir foi de 1237. Depois disto, já se tentou bater o recorde em várias ocasiões – a última das quais no ano passado na Suécia -, mas o número de motorizadas presentes ficou sempre aquém do recorde holandês.

Os organizadores do “Todos a Fátima”, como se vai chamar o encontro português, mostram-se, porém, optimistas que vão conseguir trazer o recorde para Portugal. Desde que a ideia do encontro começou a ser divulgada, já há perto de 200 clubes, associações e grupos de entusiastas de motos antigas de todo o país associados ao mesmo, e o número de inscritos já ultrapassou os 3200 pelo que tudo aponta para que o recorde vai mesmo ser português.

Entre os requisitos que as motorizadas que queiram participar no recorde têm que ter, conta-se o terem pelo menos 15 anos de vida, o seu motor ser inferior a 50cc, e não terem escape livre.

Apesar de muitas motorizadas virem de reboque até Fátima, mais de 1000 deverão vir a rolar por estrada, em grupos ou sozinhas. As três regiões onde, para já, há mais adesões ao recorde são o Minho, Grande Porto e Beira Litoral, prevendo-se que de cada uma das três venham perto de 500 motorizadas. Só de Matosinhos e Penafiel, são esperados, de cada um dos dois concelhos, mais de 100 motorizadas, mas há lugares bem mais pequenos também com muitos participantes. É o caso da aldeia de Tinalhas, na Beira Baixa, de onde deverão vir cerca de 90, e Conceição de Faro, no Algarve, onde deverão aderir entre 80 e 90.

Embora a esmagadora maioria dos participantes sejam portugueses residentes em Portugal, espera-se também uma mão cheia de emigrantes e alguns estrangeiros, sobretudo espanhóis. O homem que vem de mais longe participar, porém, deverá ser o alentejano José Fortes, que está integrado no batalhão português ao serviço da ONU no Afeganistão e que já marcou viagem para vir a Portugal na segunda semana de Junho para, entre outras coisas, ir participar com os amigos no “Todos a Fátima”.

Gamado, aqui.

>Vilarinho de Agrochão cria cooperativa de agricultores

>

A freguesia de Vilarinho de Agrochão, no concelho de Macedo de Cavaleiros, está a criar uma cooperativa de agricultores, que tem como objectivo criar as condições necessárias para comercializar os produtos agrícolas a preços mais vantajosos para os produtores.

O presidente da Junta de Freguesia de Vilarinho de Agrochão, Manuel Mico, enalteceu a criação desta estrutura durante a Feira do Folar da aldeia, que decorreu no passado fim-de-semana, e afirmou que a cooperativa já tem a missão de trabalhar na certificação do folar.

O autarca salienta que a certificação deste produto é um processo complexo, mas garante que este é o caminho a seguir para que as aldeias possam ser dinamizadas. “O objectivo é que o folar seja produzido e vendido durante todo o ano”, enaltece o presidente da Junta.

Ver artigo completo aqui

>Encontro de Associações do Concelho de Mêda

>

O Município de Mêda em parceria com a Associação de Pesca Desportiva e Competição do Concelho de Mêda e o Motoclube de Mêda irá promover, nos dias 16 e 17 de Abril de 2011, na Nave de Exposições (Mercado Municipal), o I Encontro de Associações do Concelho de Mêda.

Esta iniciativa tem como objectivo incentivar o convívio entre as Associações e a população do concelho, bem como a exposição, divulgação e demonstração das actividades desenvolvidas por estas entidades.

 Para visualizar o programa, clique em “Ler mais”


Programa

Dia 16 de Abril
7H00 – Início do Concurso de Pesca à Truta – Barragem de Ranhados [ + Detalhes ]
14H00 – Abertura oficial do I Encontro de Associações do Concelho de Mêda – Nave de Exposições do Mercado Municipal
14H15 – Exposição de veículos TUNING – Cais de descarga do Mercado Municipal
14H30 – Início do II Passeio de Clássicos “Pelo concelho de Mêda” – Recinto do Mercado Municipal [ + Detalhes ]

15H00 – Seminário: Associativismo como Promotor de Dinamização Territorial – Nave de Exposições do Mercado Municipal
1º Painel – “Organização e Gestão de Eventos” (Inatel)
2º Painel – “Novos Objectivos, Métodos e Instrumentos…Um futuro para as ADL’s” (ADL Terras da Beira)
17H00 – Jogo de Futebol – Casa do Benfica de Mêda vs Núcleo Sportinguista de Mêda – Estádio Dr. Augusto César de Carvalho
20H00 – Torneio de Sueca – Edifício do Mercado Municipal
22H00 – Animação Musical – Nave de Exposições do Mercado Municipal

Dia 17 de Abril

9H00 – Passeio de Motas Clássicas e de 50cc “Pelo Concelho de Mêda” – Concentração no recinto do Mercado Municipal
14H00 – Abertura do recinto do I Encontro de Associações do Concelho de Mêda – Nave de exposições do Mercado Municipal
– Simulacro de Explosão em Habitação – Quartel dos Bombeiros Voluntários de Mêda
– 1º Passeio Equestre do Concelho de Mêda
15H00 – Espectáculo de Freestyle com a participação de Paulo Martinho – Parque de estacionamento em frente à Escola E.B. 2,3 S/ de Mêda
18H00 – Actuação de Grupos Etnográficos – Nave de exposições do Mercado Municipal
22H00 – Animação Musical – Nave de exposições do Mercado Municipal

Gamado, aqui.

Agrotejo aprovou Plano de Actividades para 2011

Assembleia Geral da Agrotejo Aprovou por unanimidade Plano de actividades e Orçamento para 2011.

A Região Norte do Vale do Tejo, onde a AGROTEJO desenvolve a sua actividade confrontar-se-á, em 2011, com um conjunto de desafios, alguns inéditos, que nos obrigam a estar atentos e com uma definição clara da estratégia que queremos para a Região e para este espaço rural.
A actividade da Agrotejo desenvolver-se-á assim, de acordo com as linhas orientadoras da sua constituição e objectivos, mas também tendo em conta as necessidades manifestadas por todos os agentes do mundo rural do Norte do vale do Tejo.
Em 2011 a AGROTEJO – União Agrícola do Norte do Vale do Tejo, manterá uma dupla competência de promoção do desenvolvimento da Região Norte do Vale do Tejo. Por um lado apoiará, informando e esclarecendo os seus associados, sobre temáticas de relevante importância para as explorações agrícolas e outras actividades.
Numa outra vertente, participará em grupos de trabalho, junto de Organismos Oficiais e outros fóruns de discussão, tendo em vista a defesa dos interesses dos agricultores da Região do Norte do Vale do Tejo, propondo alterações regulamentares e o enquadramento real da Região.
Ver artigo completo na Agrotejo

Sobreiro – Árvore Nacional de Portugal

As associações Transumância e Natureza e Árvores de Portugal lançaram um movimento que visa desencadear o processo de atribuição ao sobreiro do estatuto simbólico de Árvore Nacional de Portugal.

A iniciativa foi “assinada” por estas duas organizações em 30 de Outubro do presente ano, na aldeia de Algodres – em pleno vale do Côa.

O comunicado pode ser consultado, aqui.

INATEL gere Turismo Solidário

O «Turismo Solidário» é um programa promovido pelo Ministério das Finanças e da Administração Pública, pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social sendo organizado e gerido pela Fundação INATEL.

Dirigido a cidadãos com residência em Portugal, cumpre o principal objectivo de promover a solidariedade e a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos com menores recursos financeiros, proporcionando-lhes um melhor aproveitamento dos tempos livres e o usufruto de períodos de férias e de descanso, aliados a um plano rico em actividades lúdicas e culturais, mediante valores de participação reduzidos.

A presença é possível a cidadãos que poderão candidatar-se individualmente ou, de outro modo, integrar candidaturas colectivas promovidas por entidades ou instituições que desenvolvam a sua actividade em benefício e apoio da população, como autarquias e juntas de freguesia, centros regionais de segurança social, IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional, misericórdias e IPSS. Tendo em atenção um período de seis dias e cinco noites, incluindo o transporte, o alojamento em pensão completa e o acesso a todas as actividades, o valor a pagar por participante varia entre os 15 Euros e os 133 Euros, dependendo do rendimento ilíquido por elemento do agregado familiar.

Informamos também que as instituições interessadas em apresentar candidaturas devem formalizar as suas intenções de participação junto dos serviços regionais da Fundação INATEL, que contactarão a INATEL Social (210 027 142) após a avaliação de cada um dos pedidos no sentido de confirmar a disponibilidade da viagem pretendida ou, de outro modo, de serem apresentadas viagens alternativas.

Após o pedido inicial e a indicação da viagem disponível, o envio dos nomes dos interessados, bem como o respectivo pagamento, deverão ser efectuados no prazo máximo de 15 dias seguidos. Passados os quais, a candidatura deixa de produzir efeitos. Aproveitando o contacto, enviamos em anexo o Regulamento do Programa, onde poderá encontrar informação detalhada sobre o mesmo, o mapa de viagens previstas para instituições e o folheto de apresentação ao público, dirigido especificamente a inscrições individuais e cuja divulgação desde já muito agradecemos.

Os participantes poderão ser acompanhados pelos cônjuges e/ou outros membros dependentes do agregado familiar, independentemente da idade e nacionalidade destes. O Programa não é destinado a pessoas que, na mesma reserva, não sejam familiares (a comprovar através da entrega de cópia da declaração de IRS).

Mais informações aqui