Archive for the ‘Clipping’ Category

Rota do Petisco (Portimão)

imagem daqui

“A julgar pela adesão dos primeiros dias, a Rota do Petisco de Portimão está a ter grande recetividade e muita gente já aceitou o desafio de partir à descoberta dos melhores sabores da gastronomia e da doçaria locais em 23 restaurantes e oito pastelarias, a preços anti-crise.

Esta iniciativa da Associação Teia D’Impulsos, que tem o apoio da câmara de Portimão e decorre até 2 de outubro, pretende estimular um percurso pelo centro da cidade e Praia da Rocha, na degustação de variadas ementas, tendo por base os produtos locais.

O preçário é assumidamente popular, pois a modalidade “petisco” é composta por um prato e uma bebida por 2,5 euros, enquanto a modalidade “doce regional” inclui uma sobremesa e bebida, com o preço de dois euros, estando sempre disponíveis algumas alternativas à bebida proposta no menu de cada estabelecimento.

Algumas das especialidades ao dispor são as papinhas de berbigão, a feijoada de lingueirão, a açorda com filete pirilau ou a salada de ovas, que podem ser acompanhadas por vinhos da Região Vitivinícola de Portimão e rematadas pela doçaria de inspiração regional, de que são exemplos o bolo de alfarroba, o doce fino ou o Dom Rodrigo.” (sacado daqui)

Anúncios

Via Algarviana dá novos passos em frente

“A Via Algarviana, um percurso pedestre e ciclável, com 300km, que liga o interior do Algarve, de Alcoutim ao Cabo de São Vicente, vai passar a ter nova sinalética, rotas temáticas e percursos áudio-guiados.

A segunda fase do projecto, ontem apresentada, consistiu em “dotar a via de tudo aquilo que ela ainda precisava, novas infra-estruturas, estratégias de promoção e um novo modelo de gestão”, explicou à Lusa Anabela Santos, coordenadora do projeto e membro da Almargem – Associação de Defesa do Património Cultural e Ambiental do Algarve.”

“Para esta nova etapa, a Almargem conta com a parceria de onze municípios, da Entidade Regional do Turismo do Algarve e da Associação de Turismo do Algarve. Entre Janeiro e Junho de 2010, mais de 600 pessoas percorreram esta via que está numa fase de consolidação e a ganhar adeptos. A segunda fase, apresentada na sede Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional, em Faro, representa um investimento de 1,4 milhões de euros e beneficia de um financiamento de 950 mil euros de fundos europeus. Os outros 512 mil euros serão repartidos pela Almargem e pelos parceiros.” (sacado daqui)

Feira de Artesanato e Mostra de Aromas e Sabores de Moura

Como há um ano, a Associação para o Desenvolvimento do Concelho de Moura, em articulação com o projecto MEDISS, associará ao evento algumas actividades ligadas à inovação nos sectores dos aromas e sabores e especialmente à fileira das plantas aromáticas e medicinais (PAM).

Se tem produtos, processos, projectos inovadores ligados aos sectores agrícola e agro-alimentar e em particular à transformação de plantas aromáticas e medicinais, não deixe de aproveitar esta oportunidade para os promover e/ou comercializar, aproveitando ainda para partilhar ideias e experiências com os demais participantes.

De 8 a 11 de Setembro de 2011 venha à XXXI Feira de Artesanato / II Mostra de Aromas e Sabores de Moura.

Gamado aqui

Festival do Berbigão em Figueira (Portimão)

O Festival do Berbigão regressa à localidade de Figueira, concelho de Portimão, onde se irá celebrar o bivalve na gastronomia algarvia.

Massa de berbigão, arroz, papas, rissóis, ou berbigão ao natural, confeccionado no momento, são algumas das iguarias disponíveis na 9ª edição do Festival do Berbigão, que decorre no fim de-semana de 10 e 11 de Setembro, no Polidesportivo da Figueira.
A animação musical também não vai faltar. O primeiro dia inclui um baile com a Banda Atlantis e o espectáculo ‘Vânio Show e as Namoradinhas do Brasil’. Já no domingo, o último dia do evento, após a actuação da organista e vocalista Vera Lúcia, a música tradicional ficará a cargo d’Os Amigos da Figueira. 
Este festival tem origem na tradição da população local em manter uma forte ligação com a apanha do berbigão na Ria de Alvor, meio de sobrevivência para muitas famílias que dependiam dessa actividade.

O certame vai decorrer entre as 19h00 e as 01h00, e a entrada custa 3 euros, com direito a um pires de berbigão, numa organização da Sociedade Recreativa Figueirense.

Gamado, aqui.

Olivicultores transmontanos esperam um «ano regular»

Os olivicultores transmontanos esperam que a campanha que se aproxima corresponda a um ano médio com uma colheita de 90 milhões de quilos de azeite, embora as previsões estejam ainda dependentes dos imprevistos do tempo.

«Contamos com um ano regular, ou seja, uma produção sem grandes oscilações», disse hoje à Lusa António Branco, presidente da Associação de Olivicultores de Trás-os-Montes (AOTAD).
O azeite é a segunda produção com maior peso na economia transmontana, a seguir ao vinho, movimentando anualmente cerca de 27 milhões de euros.

O sector tem sido afectado, nos últimos anos, por intempéries, nomeadamente as geadas de 2007 que queimaram milhares de árvores, e que têm contribuído para que num ano regular a produção ronde os 90 milhões de quilos, quando podia atingir os 120 milhões em condições favoráveis, segundo contas da associação.

Ver artigo completo aqui

«Olhares sobre o Património Ribeirinho» da Moita

O 1.º Concurso de Fotografia “Olhares sobre o Património Ribeirinho” é promovido pela Associação Naval Sarilhense, e, conta com o apoio da Administração do Porto de Lisboa, Câmara Municipal da Moita, Junta de Freguesia de Sarilhos Pequenos, Instituto de Dinâmica do Espaço da Universidade Nova de Lisboa e Turi-Portugal – Associação de Turismo de Portugal.

A Associação Naval Sarilhense lançou o 1.º Concurso de Fotografia “Olhares sobre o Património Ribeirinho”, dedicado ao tema “As Embarcações Tradicionais do Estuário do Tejo”.

A beleza dos seus traços, a imponência do seu velame, a leveza das suas formas, o contraste das cores garridas, a delicadeza e minúcia dos motivos florais, a presença dos elementos mitológicos e religiosos, a vivência a bordo, são elementos distintivos destas embarcações, que constituem o tema desta primeira edição do Concurso de Fotografia.

Grande Encontro 4L (Arraiolos)

imagem CM Arraiolos


“Para comemorar o 50º aniversário do nascimento do emblemático ‘jipe do povo’, o Grupo Diário do Sul decidiu organizar o Encontro 50 Anos da Renault 4L. Mais do que uma homenagem à longevidade e resistência da famosa carrinha francesa, o evento vai reunir os apaixonados que, muitas vezes com sacrifício, têm contribuído para perpetuar a sua existência e popularidade.” (sacado daqui)