Archive for the ‘Distrito de Beja’ Category

Feira de Artesanato e Mostra de Aromas e Sabores de Moura

Como há um ano, a Associação para o Desenvolvimento do Concelho de Moura, em articulação com o projecto MEDISS, associará ao evento algumas actividades ligadas à inovação nos sectores dos aromas e sabores e especialmente à fileira das plantas aromáticas e medicinais (PAM).

Se tem produtos, processos, projectos inovadores ligados aos sectores agrícola e agro-alimentar e em particular à transformação de plantas aromáticas e medicinais, não deixe de aproveitar esta oportunidade para os promover e/ou comercializar, aproveitando ainda para partilhar ideias e experiências com os demais participantes.

De 8 a 11 de Setembro de 2011 venha à XXXI Feira de Artesanato / II Mostra de Aromas e Sabores de Moura.

Gamado aqui

Anúncios

Semana Gastronómica do Molusco de Odemira

O Município de Odemira vai promover a Semana Gastronómica do Molusco, entre os dias 5 e 11 de Setembro, que irá decorrer em dez restaurantes do concelho.

Provar uma boa cataplana de ameijoas, um arroz de polvo ou umas espetadas de lulas com camarão, são várias as propostas de ementas nos restaurantes “Escondidinho” e “O Tarro” em Odemira, “Jaime” e “Tasca do Bernardo” em Boavista dos Pinheiros, “Rocamar” no Cavaleiro, “Mar e Sol” em Vila Nova de Milfontes, “O Camponês” em Malavado, “Cervejaria o I”, Café Restaurante “Rita” e Restaurante “o Sacas” em Zambujeira do Mar.

Com esta iniciativa, a autarquia pretende incentivar a utilização gastronómica dos moluscos capturados na região, produtos com enormes potencialidades. Com a realização de semanas gastronómicas temáticas, o município visa promover e valorizar os recursos endógenos do concelho.

Gamado, aqui!

Festival Vidigueira

A edição 2011 do Festival Vidigueira regressa às Piscinas Municipais nos dias 9 e 10 de Setembro.
Uma vez mais, este Festival conta com Artistas de referência no cartaz, sendo a edição de 2011 a mais ambiciosa de sempre!

Na Vidigueira, nos dias 9 e 10 de Setembro, entre as 16h00 e as 04h00 vai respirar-se música.
Um cartaz de luxo espera por ti para terminar em grande a temporada dos Festivais de Verão.

SEXTA – FEIRA | 9 DE SETEMBRO
Os Homens da Luta
Xutos & Pontapés
Mixhell
Paul Chambers

SÁBADO | 10 DE SETEMBRO
Tiago Bettencourt & Mantha
Deolinda
Rui Pregal da Cunha
Rui Estevão

PREÇO:

Diário – 15,00EUR (venda antecipada)
Passe 2 Dias com direito a Parque de Campismo gratuito – 25,00EUR (venda antecipada)

Inclui:
Campismo
Piscinas
Festas Surpresa
Muito Sol

Postos de Venda:

Ticketline | CTT | Câmara Municipal da Vidigueira | Posto de Turismo da Vidigueira | Piscinas (dias 7,8,9 e 10 de Setembro)

Todos os que adquirirem o passe de 2 dias têm acesso gratuito ao Parque de Campismo.

Gamado, aqui.

Festival BejaKids

Os espectáculos infantis “Ruca – A Festa Surpresa” e “Vila Moleza” vão marcar a primeira edição do Festival Infanto-juvenil “BejaKids”, promovido pela Câmara de Beja e que vai decorrer nos próximos dias 08 e 09 de Outubro.

   O “BejaKids”, que terá periodicidade anual, pretende “preencher uma lacuna existente em Beja e no resto do Alentejo”, ou seja, “a falta de eventos para o público infanto-juvenil”, explicou hoje à agência Lusa o vereador do município, Miguel Góis.

   O “grande objectivo” do festival é “proporcionar às crianças e aos adolescentes de Beja e do resto do Alentejo a oportunidade de assistirem, a preços acessíveis e, pelo menos, uma vez por ano, a espectáculos infanto-juvenis de grande dimensão, que, normalmente, decorrem em grandes cidades”, como Lisboa e Porto, explicou.

   A Câmara de Beja pretende que o “BejaKids” “cresça” e “tenha um impacto supra municipal e seja um atractivo regional”, disse Miguel Góis, adiantando que a segunda edição do festival irá durar três dias e decorrer entre 05 e 07 de Outubro de 2012.


   Os “grandes atractivos” da primeira edição do “BejaKids”, que vai decorrer no Parque de Feiras e Exposições de Beja, são dois espectáculos de “dimensão internacional” associados a duas séries infantis de televisão, “Vila Moleza” (dia 08 de Outubro) e “Ruca – A Festa Surpresa” (dia 09 de Outubro).

   Além dos dois espectáculos, o “BejaKids” vai incluir também os espectáculos da oitava edição da Bienal Internacional de Teatro para a Infância e Juventude (BITIJ), organizada pelo Grupo de Teatro Jodicus, da aldeia de Cabeça Gorda, no concelho de Beja.

   O “BejaKids” vai dispor ainda de um “megaparque de diversões” instalado no Parque de Feiras e Exposições de Beja e que terá várias actividades para os mais novos, como ateliês, insufláveis, piscinas de bolas, pistas de rádio modelismo, escorregas e matraquilhos humanos.

   O festival vai realizar-se em paralelo com outros eventos também promovidos pela Câmara de Beja, como as feiras “Vinipax”, “Olivipax” e “Beja Gourmet”, que vão decorrer no Parque de Feiras e Exposições da cidade de 07 a 09 de Outubro.

   O segundo Festival “Alentejo das Gastronomias Mediterrânicas”, promovido pela Turismo do Alentejo, de 03 a 09, e a Semana Taurina “Beja Brava”, organizada pela Câmara de Beja, de 05 a 09, são outras iniciativas previstas para Outubro na capital do Baixo Alentejo.

Gamado, aqui.

Procura-se investidor para produzir azeite milenário (Serpa)

imagem daqui

“Olivais antigos estão a desaparecer para dar lugar a novas plantações em regime intensivo. Apoios do Estado não os abrangem por não atingirem a densidade mínima por hectare.”

Infelizmente, falta “pedalada económica” ao professor reformado e agricultur que é proprietário deste fenómeno simultaneamente natural, ambiental e económico. (clique em “ler mais” para continuar)


“Dá gosto ver estas árvores com muitos séculos”, diz Ferreira Fernandes, professor reformado e agricultor, orgulhoso do seu feito: recuperou um conjunto de oliveiras, dispersas por 15 hectares, com um diâmetro de caule ressequido que, nalguns casos, ultrapassa os 8,5 metros.

O problema de Ferreira Fernandes é que a densidade deste olival (número de árvores por hectare) é tão pequena que não é reconhecida pela legislação em vigor para poder beneficiar dos apoios à manutenção das explorações olivícolas – isto apesar de se tratar de um olival que, “mais do que tradicional, é monumental”. Sem querer especular, diz ser proprietário, no meio de centenas de árvores muito antigas, de umas sete dezenas com “muitos séculos” e de algumas com “mais de mil anos”.
(…)
O ideal, explica, seria a criação de um azeite de quinta, tal como já acontece na região espanhola da Andaluzia, onde há cooperativas a embalar a produção com o rótulo de centenário ou milenário, para o colocar em nichos de mercado muito exigentes. Trata-se, afinal, de azeite proveniente de árvores que terão sido plantadas por romanos ou gregos.

“Mas eu não tenho pedalada económica” para uma iniciativa semelhante, reconhece o proprietário do olival que diz ser “provavelmente” o mais antigo do mundo, excluindo, portanto, a existência de espécies isoladas mais antigas.

Antes de iniciar o processo de recuperação das árvores seculares, Ferreira Fernandes nunca tinha ultrapassado as 20 toneladas de azeitona numa colheita. Depois de o ter renovado – tratando as copas de maneira a ficarem mais próximas do chão, tendo em vista o seu varejamento mecânico -, “nunca mais ficaram abaixo das 30 toneladas”. Em 2010 atingiu as 84 toneladas, mas as árvores “cansaram-se” com um tal volume de produção e, no ano seguinte, observou-se “um efeito depressivo” e de redução na quantidade produzida, ficando pelas 34 toneladas.

Em Serpa, diz Ferreira Fernandes, “há muitos olivais antigos, que mereciam um pouco mais de atenção”. Se não houver apoio ou não for estabelecido um programa para a sua preservação, “o mais certo é serem abandonados ou substituídos por olivais modernos”, avisa, acalentando a esperança de que os seus descendentes ou futuros proprietários “não destruam” um olival que é contemporâneo ou até anterior à nacionalidade portuguesa, e que conseguiu chegar aos dias de hoje.”
(sacado daqui)

Feira do Melão em Figueira dos Cavaleiros

XII Feira do Melão, a partir de hoje e até ao próximo domingo, em Figueira de Cavaleiros, no concelho de Ferreira do Alentejo. Para além do espaço de venda o certame inclui um variado leque de actividades.

Espectáculos musicais, gastronomia, concursos e paraquedismo são apenas alguns destaques da XII Feira do Melão que vai decorrer, a partir de hoje e até ao próximo domingo, em Figueira de Cavaleiros, no concelho de Ferreira do Alentejo.

A principal novidade desta edição de 2011 é um prémio para o melhor stand que participar no certame.

Divulgar Figueira de Cavaleiros e a cultura do melão, uma referência na freguesia, é aquilo que se pretende com a realização do evento.

Manuel Canilhas, presidente da Junta de Freguesia, entidade promotora da feira, afirmou ainda que a campanha de 2011 é boa embora as últimas trovadas tenham provocado alguns estragos. As vendas é que estão um “pouco mais difícies” devido aos tempos de crise.

Gamado, aqui.

Museu da Água do Casttello (Pisões – Moura)

A Água Castello, marca centenária de Água Mineral Natural Gaseificada, vai inaugurar no próximo dia 12 de Julho o Museu Castello. A inauguração está inserida nas comemorações dos 75 anos da unidade de engarrafamento em Pisões – Moura.

Marco da passagem do local de engarrafamento inicial, dentro das muralhas do Castelo de Moura, para o local de engarrafamento actual. Ao fim de 112 anos de história, a marca pretende tornar público as peças emblemáticas, documentos históricos e todo o espólio da marca que acompanhou a Água Castello até aos dias de hoje.

Gamado, aqui.