Archive for the ‘Distrito de Viseu’ Category

Percurso de interpretação do Zela (Vouzela)

Rio Zela (imagem daqui)

“Numa organização do Município de Vouzela, vai realizar-se no dia 3 de Setembro, pelas 9 horas, o “Percurso de Interpretação do Zela”.

Com cerca de 4 Km de distância e um nível de dificuldade médio/baixo, o trilho proporciona uma descoberta única do Vouga permitindo aos pedestrianistas não só desfrutar de uma vista magnífica do rio, como também apreciar as várias espécies autóctones no leito do rio como a garça cinzenta, o guarda-rios e as libélulas de rios de montanha.

As inscrições decorrem até ao dia 2 de Setembro e podem ser feitas no Posto de Turismo, pelo 232 771 515 ou pelo mail gab.turismo@cm-vouzela.pt ( sacado daqui)

Humor: Troika impõe portagens na Torre (Ucanha)

Torre da Ucanha (imagem daqui)

Os representantes da Troika, que negociou o empréstimo internacional que salvou Portugal da bancarrota, sugeriram uma nova medida para conter o défice: a cobrança de portagens na Torre da Ucanha (concelho de Tarouca, distrito de Viseu).

A Troika argumenta que “a construção de Ucanha foi admiravelmente desenhada para sacar trocos de quem lá passasse e não há qualquer razão para que não possa voltar a ter as suas antigas funções.”

Quanto ao facto de a ponte sobre o rio Varosa já não permitir trânsito automóvel, a Troika sugeriu que “na Ucanha basta que seja portajado quem lá passa, devendo os animais e veículos de tracção animal ser considerados de categoria 2 ou 3. Quanto aos automóveis, contamos que o vosso organismo de estradas se apresse a colocar portagens em tudo o que tenha mais que uma faixa para cada lado.”

(Atenção: esta notícia é rigorosamente falsa e com intenções humorísticas. Não nos responsabilizamos se as Estradas de Portugal vierem a portajar IP´s e IC´s por esse país fora.)

Rota dos Três Trilhos (Fragosela)

imagem daqui

“Realiza-se no próximo sábado, dia 27 de Agosto, pelas 16h00, o 9º percurso pedestre de 2011, inserido no projecto municipal de dinamização da Rede Municipal existente no concelho de Viseu, a Rota dos Três Trilhos, na freguesia de Fragosela, com a concentração dos participantes prevista para as 15h30 junto à Capela de Espadanal.

A Rota dos Três Trilhos, como o próprio nome indica, compreende o Trilho Romano, o Trilho do Rio e o Trilho das Vinhas, num total de 20,9 km. Para este sábado o percurso será apenas do Trilho Romano com a distância de 6 km.

O percurso tem início numa área de lazer, junto à Capela de Espadanal, seguindo pela referida povoação onde se destacam vários pontos de interesse de âmbito arquitectónico, histórico e ambiental, tais como cruzeiros, alminhas, fontanários, igrejas, capelas e um troço de estrada romana com marcas visíveis de vivências passadas.”

“Ficha Técnica da Rota dos Três Trilhos | Trilho Romano
Distância total (Trilho Romano): 6 km
Duração prevista: cerca de 1,5 horas,
Nível de dificuldade: Médio/Alto
Concentração às 16h00 junto à Capela do Espadanal

As inscrições para estes percursos são gratuitas, podendo os interessados efectuar o download da ficha de inscrição no portal da Câmara Municipal de Viseu ou solicitar o envio dessa mesma ficha de inscrição por e-mail para tiago.freitas@cmviseu.pt.”
(sacado daqui)

Vindouro – Festa Pombalina em S. João da Pesqueira

O município maior produtor de Vinho do Porto e do Douro e concelho que detém a maior área classificada como Património Mundial da UNESCO, acolhe nos dias 2 | 3 e 4 de Setembro, nova edição da VINDOURO | FESTA POMBALINA |S. JOÃO DA PESQUEIRA 2011.

Durante três dias, com entrada livre, dezenas de produtores de Vinho do Porto e DOC Douro do Concelho, estarão reunidos no Parque de Exposições de S. João da Pesqueira, dando à prova os seus vinhos.

Assista à II Edição da conferência: Vitivinicultura Duriense ”Novos Rumos”.

No centro histórico, os visitantes poderão encontrar expositores de produtos tradicionais durienses e divertir-se com animação de rua que recupera a época (século XVIII) de uma das figuras mais proeminentes da região: o Marquês de Pombal.

Durante o evento haverá ainda concertos e outras actividades que irão elevar S. João da Pesqueira a capital do Douro Vinhateiro.

Site Oficial | http://www.vindouro.com
REDES SOCIAIS | http://www.facebook.com/sjpesqueira | http://www.twitter.com/sjpesqueira

FONTE: Câmara Municipal S. João da Pesqueira

Concentração Motard (Mangualde)

“Nos dias 19, 20 e 21 de Agosto realiza-se a XI Concentração Motard de Mangualde. Sob o lema “A família, o espírito e o convívio motociclista”, este encontro apresenta um cartaz bastante variado e que promete momentos cheios de animação. A iniciativa é uma organização conjunta da Câmara Municipal de Mangualde e do Motoclube de Mangualde. As inscrições são limitadas.

Durante três dias, Mangualde vai assistir a um desfilar de motas e proporcionar a todos os amantes das duas rodas um fim-de-semana diferente. Do cartaz, destaca-se a tradicional “Corrida do Pilau” que terá lugar no sábado (dia 20) pelas 02h30, um casamento, uma visita ao Santuário da Nossa Senhora do Castelo e diversos momentos musicais com destaque para o concerto do Jaimão no sábado à noite. Os participantes terão ainda a oportunidade de realizar diversas actividades nas Piscinas Municipais e na praia mangualdense.” (sacado daqui)

Caminho de Santiago (Moimenta da Beira)

O caminho português de Santiago revela-se, nesta entrevista, como mais um recurso capaz de atrair turistas a Portugal, e em especial ao seu mundo rural. O peregrino confirma: “vou recomendar Portugal aos meus amigos.”

“A paragem em Moimenta da Beira é obrigatória. É no posto de turismo da vila que Markus Schlagentweit precisa de carimbar o passaporte de peregrino, comprovativo da viagem e que lhe valerá mais tarde um diploma, já na cidade de Santiago de Compostela.

O austríaco de 49 anos é apenas um entre tantos que desde o início do ano se têm dirigido ao posto de turismo. Belgas, franceses ou espanhóis atravessam quase semanalmente Moimenta, uma passagem obrigatória num caminho de fé.

Há 20 dias que Markus entrou no nosso país pelo sul. Desde Vila Real de Santo António vem trilhando, a pé e sozinho, os caminhos em direcção a Santiago de Compostela. Caminhos que milhares de peregrinos percorrem desde há 12 séculos, altura em que foram encontrados os restos mortais do apóstolo São Tiago, ou Santiago, na cidade que desde então se tornou num centro milenar de peregrinação cristã da Europa.

Longe de ser um estreante nestas andanças, este padre católico tem feito caminhadas pelo mundo todo. É assim há 30 anos, desde que as suas férias de verão se resumem a um itinerário espiritual mas que não deixa de ser também cultural. “Fazer o caminho a pé é a melhor maneira de conhecer o país, as pessoas”, afirma, realçando o que mais o surpreendeu no nosso país: a hospitalidade das gentes e a beleza das vilas e cidades amuralhadas.

O percurso, a um ritmo de 25 km por dia, tem servido também para desmistificar a imagem negativa do país associada à crise económica, e Markus tem já uma certeza: “vou recomendar Portugal aos meus amigos”.

Rumo a Santiago de Compostela tem ainda 300km pela frente, mas a distância não o assusta. Este peregrino austríaco já fez o Caminho Francês e o Caminho de Prata. De um modo geral os caminhos que levam à capital da Galiza encontram-se bem sinalizados, por setas de cor amarela, no chão, muros, pedras, postes, árvores, estradas. A maior dificuldade tem sido o asfalto. “Preferia encontrar mais caminhos rurais” afirma, sem contudo se mostrar desanimado perante o desafio que ainda tem pela frente.”
(sacado daqui)

Rota Vale de Cavalos (Côta)

imagem CM Viseu

“Dando continuidade a dinamização da Rede de Percursos Pedestres do concelho de Viseu, realiza-se no dia 13 de Agosto (sábado), pelas 18h00, a Rota de Vale de Cavalos, na Freguesia de Côta, com a concentração dos participantes a ser em Vale da Cavalos, junto à Casa do Mestre.
Este percurso caracteriza-se pela passagem em vários pontos de interesse ligados à fauna, flora e património local, como são exemplo as áreas de pastagem, antigos viveiros, casas típicas de extintos mestres e guardas florestais, casas de apoio, núcleos de espigueiros/eiras, represas e nascentes de água, entre outros.” (fonte: CM Viseu)

“Ficha Técnica da Rota de Vale de Cavalos
Distância: 4 km,
Duração prevista: cerca de 1 hora,
Nível de dificuldade: Médio
Concentração às 17h00 em Vale de Cavalos, Côta

As inscrições para estes percursos são gratuitas, podendo os interessados efectuar o download da ficha de inscrição no portal da Câmara Municipal de Viseu ou solicitar o envio dessa mesma ficha de inscrição por e-mail para tiago.freitas@cmviseu.pt.”