Archive for the ‘DOC Vinho Verde’ Category

Produção na região dos Vinhos Verdes vai ser idêntica à do ano de 2010

A produção de Vinho Verde deve manter o crescimento sustentável verificado nos últimos cinco anos. As previsões da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) apontam para uma vindima idêntica à de 2010, ano em que se produziram 86 milhões de litros, mais quatro por cento do que na colheita anterior. A região dos Vinhos Verdes será assim, segundo Manuel Pinheiro, presidente da CVRVV, a única no País “a não ter menos produção de vinho em 2011”.

Um dos fatores que contribuem para as previsões positivas feitas pela CVRVV prende-se com o processo em curso na região de reestruturação da vinha, que, por ser mais nova, sofre menos com o clima. Outro aspeto que ajuda a explicar as estimativas para a colheita deste ano tem a ver com o fato de os produtores de Vinho Verde terem controlado atempadamente o míldio, doença que provocou grandes estragos noutras regiões do País.

As previsões para a vindima de 2011 indicam ainda uma diferença de produção entre o litoral, Alto Minho (Monção/Melgaço e Viana do Castelo, Ponte de Lima, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca), Barcelos, Braga e Amares e o interior, nomeadamente os concelhos de Amarante, Baião, Celorico de Basto, Ribeira de Pena, Mondim de Basto e Cabeceiras de Basto. A tendência para uma ligeira subida na região litoral, em contraste com a do interior, resulta de uma menor incidência de míldio e ainda de um aumento da área de nova vinha.

“Estamos, de fato, otimistas em relação à vindima deste ano, porque as previsões de colheita apontam para valores semelhantes aos do ano de 2010, quando a produção aumentou mais de quatro por cento”, declara Manuel Pinheiro, presidente da CVRVV, acrescentando ainda que “as novas vinhas plantadas são uma garantia de que a vindima terá muito boa qualidade”.

Anúncios

>Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte de Lima registou maior participação de sempre

>

Ponte de Lima viveu no passado fim-de-semana, mais uma jornada de promoção das potencialidades endógenas do Concelho, nomeadamente do Vinho Verde e dos Produtos Regionais.

Milhares de visitantes apreciaram e degustaram as iguarias únicas da região, acompanhadas de Vinho Verde, produto único no mundo, uma mistura de aroma e leveza, que o torna numa das mais deliciosas bebidas naturais!

Promovida pelo Município de Ponte de Lima, Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima e Escola Superior Agrária, o evento contou com a participação de 37 expositores de diferentes áreas, desde produtores de vinho verde, produtores agrícolas, enchidos /fumados, tasquinhas, vendedores/representantes de maquinaria agrícola, associações culturais e grupos folclóricos do Concelho, o que se traduz na maior participação de sempre, em termos de adesão de produtores de Vinho Verde e de expositores de produtos regionais. 

Sobejamente conhecida, a Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte de Lima, que se realiza há 21 anos, contou com milhares de visitantes, sendo de realçar um registo de negócios significativo, bem como, a criação de relações entre produtores, distribuidores e comerciantes a retalho.
 
Ver artigo completo aqui

>Concurso de Vinhos Verde de Ponte de Lima

>

Após 20 anos de vida, a Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte de Lima continua como uma referência e marco incontestável de dinamização da economia local, com destaque à promoção e divulgação do afamado Vinho Verde.

A decorrer na Expolima, numa organização do Município de Ponte de Lima em parceria com a Escola Profissional de Ponte de Lima e a Escola Superior Agrária, este evento é um exemplo na natureza conjunta destas instituições que primam pela valorização, qualidade, e reconhecimento das potencialidades endógenas do Concelho.

A Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais, reúne dois produtos importantes da nossa agricultura, os produtos regionais e o vinho verde, com o objectivo de promover a sua qualidade não só em termos nacionais, mas também além fronteiras.

Ver artigo completo aqui

>De Alvarinho percebem os da casa! (Melgaço)

>

Dez vinhos portugueses e quatro da Galiza, Espanha, conquistaram medalhas de ouro num concurso internacional de vinho Alvarinho que terminou este sábado em Melgaço (…) os 10 vinhos portugueses são todos da sub-região de Monção e Melgaço, sendo dois do primeiro concelho e oito do segundo.

“Isto só prova a qualidade do vinho Alvarinho que aqui é produzido”, referiu [Rui] Solheiro, [autarca melgacense] sublinhando a “craveira ” do júri do concurso, constituído por 12 especialistas internacionais.”

“Nesta primeira edição do “Alvarinho International Wine Challenge” concorreram 70 amostras de vinhos daquela casta, oriundas da sub-região de Monção e Melgaço, de outras regiões portuguesas e ainda da Espanha, Estados Unidos da América e Uruguai.

Do júri faziam parte escansões, chefes de cozinha, jornalistas e críticos de vinhos, oriundos do Brasil, Espanha, Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Dinamarca e Portugal. (sacado daqui)

>Vinho Verde vai exportar mais para os mercados alemão e suíço

>

Zurique e Berlim abriram novas oportunidades de negócio para os produtores de Vinho Verde. Da Suíça, sétimo destino de exportação em 2010, com um resultado de 1,6 milhões de euros, os representantes das 61 marcas presentes na acção promovida pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) trouxeram novas encomendas, nomeadamente das empresas Sousa Vins, Amarela e Riesling & Co.

Já da Alemanha, segundo maior mercado consumidor de Vinho Verde, com 6,6 milhões de euros de volume de vendas, chegou uma confirmação: a tendência de crescimento de um produto único no Mundo vai manter-se em 2011.

“Um sucesso”. Foi assim que António Cerdeira, representante da CVRVV, definiu as acções de promoção do Vinho Verde previstas este ano para os mercados suíço e alemão.

Numa acção de charme direccionada para a Europa Central, os Vinhos Verdes apresentaram-se a cerca de 250 profissionais do sector, entre jornalistas, importadores, compradores e restaurantes, com resultados que deixam antever um crescimento das exportações para dois mercados que valeram 8,2 milhões de euros em 2010.

Ver artigo completo aqui

>Encontros Vínicos do Vinho Verde (Viana do Castelo)

>

A Ordem dos Engenheiros da Região Norte [OERN] promove no dia 16 de Abril na cidade de Viana do Castelo, o I Encontros Vínicos do Vinho Verde, em colaboração com o Município de Viana do Castelo, a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (sedeada em Ponte de Lima), a Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo e o Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Estes encontros, que decorrem durante as comemorações da Cidade do Vinho 2011 – Viana do Castelo, pretendem divulgar e incentivar a intervenção de Engenheiros na produção de vinhos verdes; associar a imagem de qualidade da Ordem dos Engenheiros à marca de qualidade vinhos verdes e dinamizar parcerias com outras instituições regionais, estando destinados a membros da OE e ao público em geral.

Entre várias acções pretende-se eleger o vinho verde do ano, nas categorias: Vinho Verde Branco, Vinho Verde Tinto, Vinho Verde Rosado e Vinho Verde Espumante Branco. Os produtores terão a possibilidade de expor os seus vinhos e de os dar a provar. Os vinhos seleccionados pelo painel de provadores, da responsabilidade da OERN, farão parte da ementa do Jantar de Gala.

Além da componente lúdico-cultural, este encontro terá ainda uma Sessão Técnica e Fórum temático denominado “Novidades Tecnológicas na Vinha e no Vinho”, que incidirá sobre várias tecnologias de ponta, revelando algumas novidades.

Gamado aqui

>Encontros Vínicos do Vinho Verde (Viana do Castelo)

>

A OERN promove no dia 16 de Abril na cidade de Viana do Castelo, o I Encontros Vínicos do Vinho Verde, em colaboração com o Município de Viana do Castelo, a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, a Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo e o Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Estes encontros, que decorrem durante as comemorações da Cidade do Vinho 2011 – Viana do Castelo, pretendem divulgar e incentivar a intervenção de Engenheiros na produção de vinhos verdes; associar a imagem de qualidade da Ordem dos Engenheiros à marca de qualidade vinhos verdes e dinamizar parcerias com outras instituições regionais, estando destinados a membros da OE e ao público em geral.

Entre várias acções pretende-se eleger o vinho verde do ano, nas categorias: Vinho Verde Branco, Vinho Verde Tinto, Vinho Verde Rosado e Vinho Verde Espumante Branco. Os produtores terão a possibilidade de expor os seus vinhos e de os dar a provar. Os vinhos seleccionados pelo painel de provadores, da responsabilidade da OERN, farão parte da ementa do Jantar de Gala.

Além da componente lúdico-cultural, este encontro terá ainda uma Sessão Técnica e Fórum temático denominado “Novidades Tecnológicas na Vinha e no Vinho”, que incidirá sobre várias tecnologias de ponta, revelando algumas novidades.

Gamado aqui