Archive for the ‘DOP Azeite’ Category

Azeite de Idanha com nova imagem

Depois de ver classificado o azeite como Denominação de Origem Protegida, a Cooperativa Agrícola de Olivicultores do Ladoeiro acaba de lançar uma nova imagem para acompanhar a qualidade reconhecida do azeite de terras de Idanha.

É o culminar de um trabalho de reactivação do sector que a actual direcção se propôs realizar, desde há 3 anos, aumentando o número de produtores,  de 60 para 200, e a produção, de 220 toneladas ano para 505.

Segundo a presidente da direcção da Coopagrol, a nova embalagem, lançada durante a XV edição da Feira Raiana, “vem fazer justiça à menção de qualidade que o nosso azeite acaba de obter”.

Ver artigo completo aqui

>"Portugal é um país de azeite e de ‘azeiteiros’"

>

“Portugal é um país de azeite e de ‘azeiteiros’ (no bom sentido da palavra)”, pelo que, segundo o paladar de Miguel Júdice, desde Trás-os-Montes ao Algarve se produz azeite de óptima qualidade.

Mencionando a par disto que “estão mais do provados os benefícios para a saúde, que o azeite tem”, o empresário considera que a sua produção representa a valorização do nosso património e zonas rurais.

Facto é que o ‘óleo dourado’ português tem, nos últimos anos, conseguido expressivo sucesso além-fronteiras, em termos de vendas e prémios.

Exemplos ilustrativos de que o negócio vai de vento em poupa são os actuais 75% de exportação do azeite Gallo para a China e o maior olival do mundo, detido pela marca Oliveira da Serra.

Gamado aqui

>Cooperativa Agrícola de Alfandega da Fé lançou azeite DOP

>

A Cooperativa Agrícola de Alfandega da Fé (CAAF) lançou no mercado o primeiro azeite DOP, proveniente de dois lotes seleccionados num total de cerca de 200 mil litros.

Segundo disse à Lusa o presidente da CAAF, Eduardo Tavares, trata-se de um projecto “pioneiro” na história da estrutura agrícola, que resulta da colaboração de cerca de 70 produtores de azeitona associados à cooperativa.

No total são dois lotes de azeite, com a classificação de “extra virgem”, num total de 40 mil litros, aos quais se juntam mais de 150 mil litros de azeite “virgem”.

O dirigente salientou o facto de que o azeite “Terras de Alfândega”, antes de ser colocado no mercado, já tinha arrecado uma medalha de bronze, num concurso nacional de azeites, que recentemente decorreu na Feira Agrícola da Santarém.

Para a obtenção da DOP, a campanha de apanha de azeitona foi este ano antecipada em cerca de 15 de dias, de forma de a criar um lote de azeite que obedeça aos mais exigentes testes de mercado”, avançou o presidente da cooperativa alfandeguense.

Ver artigo completo aqui

>COOPAGROL foi reconhecida e certificada

>

A qualidade do azeite da Cooperativa Agrícola dos Olivicultores do Ladoeiro – COOPAGROL foi reconhecida e certificada com a “Denominação de Origem Protegida” (D.O.P.) – “Azeite da Beira Baixa”, atribuída pela União Europeia.

Esta denominação atesta a ligação regional do produto, que advém da utilização de matérias-primas provenientes e típicas da região, manuseadas e transformadas de acordo com as técnicas e procedimentos tradicionais da mesma região.

A partir de azeitona da variedade “galega”, incluindo “cordovil” e “bical”, nasce este Azeite DOP, um azeite produzido de acordo com regras pré-estabelecidas, que se distingue pela excepcional característica organoléptica e pelo incomparável baixo teor de acidez, onde ao frutado de azeitona se associa um ligeiro amargo e picante.

Para a Direcção da Cooperativa, que procura a valorização do azeite regional através do trilho da credibilização e do prestígio, foi fundamental a obtenção desta “menção de qualidade”, dado que assegura a especificidade e elevada qualidade do nosso azeite e possibilita, em simultâneo, a promoção do produto e da nossa região.

Neste sentido, a Cooperativa prepara-se agora para lançar no mercado uma nova embalagem, concebida exclusivamente para fomentar este prazer único e recomendado da Beira Baixa, numa produção limitada reconhecida e qualificada.

Gamado,aqui.