Archive for the ‘Lusofonia’ Category

>Vinhos portugueses consolidam-se em Angola

>

Angola representou, no ano passado, mais exportações para os produtores de vinho portugueses. O volume aumentou, mas a faxturação baixou.

OS VINHOS portugueses estão em alta no mercado angolano. Em termos de volume, as exportações para Angola aumentaram mais de 10% em 2010 face ao homólogo, de 444.757 para 490.859 hectolitros. Em valor, assistiu-se a uma ligeira descida no mesmo período: diminuiu de 84 milhões de dólares (59 milhões de euros) para cerca de 78 milhões de dólares (55 milhões de euros). Este decréscimo de 3 % no valor deve-se sobretudo ao comportamento do preço médio, que desceu 18%. Entre 2009 e 2011, o preço médio por litro passou de 1,82 dólares (1,28 euros) para 1,59 dólares (1,12 euros).

Segundo um estudo da Brands Advance sobre Angola realizado no ano passado, estima-se que existam cerca de 3,5 milhões de consumidores de vinhos só na Grande Luanda, 60% dos quais são homens e 40% mulheres. Mais de 75% dos consumidores situam-se na faixa etária dos 30 aos 45 anos e são essencialmente das classes B e C, calculando o estudo que, na capital, as classes médias e alta consumam 25 litros de vinho per capita por ano.

Os atributos preferidos dos angolanos nos vinhos são as marcas reconhecidas ou os estilos que personifiquem o estatuto social, o elevado teor de álcool e o sabor adocicado ou frutado. Os vinhos servidos frescos, sobretudo os brancos e os espumantes, são muito apreciados. Segundo o estudo, o consumidor angolano prefere vinhos gaseificados e o tinto por oposição ao branco.

O estudo revela ainda que cerca de 46% dos consumidores compram geralmente vinho em cantinas ou mini-mercados e 25% em ‘janelas abertas’. Armazéns (10%), vendedores de rua (6%) e mercados ao ar livre (7%) são outros locais de compra habituais.

Ver artigo completo aqui

Anúncios

Fotógrafo Português ganha Prémio Hasselblad

João Carlos, o nome que está na capa desta e outras revistas internacionais, é o fotógrafo português premiado pela prestigiada marca Hasselblad. Desde 2009 que João Carlos é um Hasselblad Master, título que foi atribuído a fotógrafos como Henri Cartier-Bresson, Irvin Penn, Sebastião Salgado, entre outras grandes lendas da fotografia. Este título é dado a dez fotógrafos por ano e celebra a excelência dos premiados.

Os vencedores do Hasselblad Masters Awards foram:

Up-and-Coming: Lyle Owerko, NYC, USA
Wedding: Joao Carlos, NYC, USA
Portrait: Claudio Napolitano, Miami, USA / Caracas, Venezuela
Fashion: Dirk Rees, London, UK
Product: Mark Holthusen, San Francisco, USA
Fine Art: alexandfelix, Schweiz
Architecture: Stephan Zirwes, Stuttgart, Germany
Landscape: Bang Peng, Hong Kong
Editorial: Nina Berman, NYC, USA
General: Mark Zibert, Toronto, Canada

Para mais informações, clique aqui.

Vinho do Porto cresce no Brasil

O vinho é tradicionalmente um dos produtos que Portugal mais exporta para o Brasil. Mas há um em especial que está a ganhar destaque entre os consumidores brasileiros.

Nos primeiros oito meses deste ano as vendas de vinho do Porto para o Brasil cresceram 32,5% face a 2009, atingindo um volume de negócios superior a 3,1 milhões de euros.

Entre janeiro e agosto, os produtores portugueses facturaram 3,1 milhões de euros com a venda de vinho do Porto para o Brasil, mais 32,5% que no ano passado.

O crescimento das vendas de vinho do Porto para o Brasil é significativo. O crescimento total registado pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP) é de 7,6%, para uma facturação de 200,1 milhões de euros. O mercado brasileiro fica, portanto, bastante acima da média de expansão das vendas de vinho do Porto.

Ver artigo completo no Portugal Digital