Archive for the ‘Museus’ Category

Jornal inglês recomenda museus portugueses

O Telegraph indicou a Casa das Histórias Paula Rego (Cascais), o Museu do Caramulo, o Museu de Belmonte e a Fundação de Serralves (Porto) como museus portugueses a visitar entre os menos conhecidos.
Sendo certo que o Telegraph costuma ser atento e estar curioso ao que de melhor existe e se faz por esse mundo fora, não deixa de ser uma nota positiva para estes estabelecimentos, nomeadamente para os de Caramulo e Belmonte que estão mais afastados dos maiores centros urbanos.
(fonte)

Anúncios

Centro Interpretativo do Zêzere (Manteigas)

Vale Glaciar do Zêzere (imagem daqui)

“A Câmara Municipal de Manteigas está a construir um Centro Interpretativo do Vale Glaciar do Zêzere, o que será mais um “pólo de atração turística do concelho”, segundo o presidente da Câmara de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho.

O autarca adiantou à agência Lusa que o equipamento que está em fase de construção, vai abrir as portas no próximo ano, representando um investimento de cerca de 400 mil euros.

Para Esmeraldo Carvalhinho, o espaço será uma “porta de entrada” para o vale glaciar, pois localiza-se “num ótimo local para [o visitante] iniciar uma visita pedonal a todo o vale glaciar e, constatar que tudo aquilo que viu [no Centro Interpretativo], está ali bem visível” no terreno.” (sacado daqui)

Machado de Castro: mais que um museu (Coimbra)

Criptopórtico romano (imagem daqui)

“Museu Machado de Castro foi o que mais cresceu em número de visitantes.” Ah pois é! Quando um museu não se limita a conservar o seu espólio e abrir a porta e vai mais além disso, dinamizando actividades e envolvendo-se com a comunidade, os resultados aparecem!

“A comemorar cem anos de existência, o Museu Nacional de Machado de Castro (MNMC) vive dias de satisfação, (…) dia após dia, cresce o número de visitantes neste espaço museológico que ainda tem apenas uma pequena parte em funcionamento. (…)  no primeiro semestre de 2011, o MNMC teve o maior crescimento percentual de visitantes dos museus portugueses, com mais 127% relativamente ao mesmo período do ano anterior. Pelo museu passaram, na primeira metade do ano, mais de 30 mil visitantes, quando no mesmo período de 2010 foram cerca de 13 mil.


(…) «temos valorizado sempre a relação com diversas entidades e instituições, integramo-nos em eventos da cidade, promovemos campanhas e projectos internacionais». Mais, lembra que desde 2009, altura em que reabriu parte do museu (que se encontrava encerrado na totalidade para obras desde 2004), houve grande preocupação com a programação, especialmente intensiva no mês de Maio (mês dos museus), um esforço de abertura fora de horas, bem como programas criados especialmente a pensar no público escolar. «Há sempre motivos diferentes nos meses desse semestre», frisa a directora.(…) (sacado daqui)

De resto, o Machado de Castro tem uma infra-estrutura tão impressionante como desconhecida e que ainda está a ser descoberta pelos turistas, que é o criptopórtico romano….

Do lixo se faz turismo e protecção do ambiente (Portimão)

Barco de 3 ao fundo (Público)

Quatro antigos navios da Armada portuguesa vão ser afundados ao largo da barra de Portimão, para permitir a criação de um museu subaquático e de um recife artifical que possa atrair vida marinha. (notícia Público)

Ora aí está uma bela ideia! Se calhar podíamos ter feito o mesmo com os nossos barcos de pesca desmantelados ao longo das últimas décadas… e, se entretanto faltar dinheiro para pagar os submarinos, está aqui a solução!

Museu da Água do Casttello (Pisões – Moura)

A Água Castello, marca centenária de Água Mineral Natural Gaseificada, vai inaugurar no próximo dia 12 de Julho o Museu Castello. A inauguração está inserida nas comemorações dos 75 anos da unidade de engarrafamento em Pisões – Moura.

Marco da passagem do local de engarrafamento inicial, dentro das muralhas do Castelo de Moura, para o local de engarrafamento actual. Ao fim de 112 anos de história, a marca pretende tornar público as peças emblemáticas, documentos históricos e todo o espólio da marca que acompanhou a Água Castello até aos dias de hoje.

Gamado, aqui.

Museu da Ruralidade (Castro Verde)

A abertura do Museu da Ruralidade, espectáculos de música, exposições, tourada e procissão vão animar as “Noites em Santiago”, que vão decorrer nos próximos dias 25, 29, 30 e 31 em Entradas, no concelho de Castro Verde.

O Museu da Ruralidade, situado na Praça Zeca Afonso, em Entradas, e que pretende mostrar e explicar o funcionamento de objectos, máquinas e outros equipamentos rurais, abre dia 29, às 18h30, com a exposição “Máquinas, Objectos e Memórias da Ruralidade”.

A XII Corrida de Touros da Rádio Castrense, dia 29, às 22h00, no Campo das Escolas, e o Encontro de Cante em Santiago, que irá juntar cinco grupos corais alentejanos, dia 31, às 18c30, são outras ofertas da iniciativa.

Gamado,aqui.

>Museu do Quartzo abre em 2011 (Viseu)

>

Museu do Quartzo (imagem daqui)

“O Museu do Quartzo, que começou a ser construído em 2006 no Monte de Santa Luzia, em Viseu, deverá ser inaugurado no final do Verão, após vários episódios que impediram a sua abertura em outras datas anunciadas. “Em Setembro ou Outubro vamos inaugurar, com toda a certeza, já com todos os conteúdos, o Museu do Quartzo”, assegurou o presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas.
(…) A abertura do museu está a criar grande expectativa na freguesia do Campo, onde se situa, atendendo à quantidade de gente que pode atrair para o Monte de Santa Luzia e contribuindo para acabar com o estigma negativo em relação àquela zona.
“Passa a haver mais gente por ali, mais circulação e as pessoas deixam de ter medo de ir para lá e podem desfrutar daquela vista fabulosa”, frisou à agência Lusa o presidente da junta de freguesia, António Marques. (…) (sacado daqui)