Archive for the ‘Ovibeja 2011’ Category

>Ovibeja: ainda as despesas militares

>

Eram os Dassault-Dornier no céu e as “chaimites” da GNR, demonstrando o seu potencial e dando aos visitantes da Ovibeja a possibilidade de se sentirem aos comandos dos meios de combate. Neste caso, tratava-se certamente de uma medida de poupança; a GNR servia simultaneamente para assegurar a segurança, no caso de a Ovibeja ser atacada pela Alcaida (e os níveis de alerta subiram para o máximo após o caso do bin Laden) e para exposição.

(Não gosto de escrever o nome da organização terrorista islâmica à inglesa; e este teclado não aceita caracteres árabes. Daí a grafia portuguesa, “alcaida”. Dúvidas?)

Anúncios

>Dassaul-Dornier Alpha Jet patrulham Ovibeja

>

Quando eu era miúdo e ouvia o ruído de um avião aproximar-se, espetava sempre o nariz no ar para tentar que tipo de avião era, e imaginar para onde se dirigia. Estranhamente, continuo a manter esse hábito. No entanto, a minha curiosidade por aviões não me levou a coleccionar posters, a saber de cor os diferentes modelos, antigos ou actuais, e muito menos a tornar-me num chamado spotter, misto de fotógrafo e curioso da aeronáutica que se dedica a apanhar fotografias de aviões que descolam e aterram.
Em termos de aviões militares, e depois do fim dos velhos Fiat, estou habituado aos F-16, e foi com surpresa que vi um modelo totalmente diferente a patrulhar os céus da Ovibeja. Até porque, na minha ignorância, pensei que a Base Aérea de Beja tivesse sido desmantelada, dada a “inauguração” do aeroporto… mas não. Será, presumo, um Dassault-Dornier Alpha Jet, que foi insultado e acusado de andar a queimar gasóleo por alguns dos presentes em terra, nestes dias em que a Troika nos mandar cortar nas despesas militares em 10%, mas que naturalmente continuou impávido e sereno.

>O "Areias" na Ovibeja

>

Na verdade, era um dromedário (Camelus dromedarius) o tipo de camelo que se podia ver na Ovibeja. Presença habitual no jardim zoológico, não o imaginamos tanto como o animal de trabalho que na realidade é (ele que já não existe em estado selvagem, mas apenas domesticado). Só os confrontos recentes na Praça Tahrir, no Cairo, vieram relembrar-nos de que se trata de um animal cheio de potencial – e, aliás, indicado para o clima mais quente do sul do País.

>Turismo: ideias simples

>

A Ovibeja é agricultura e muitas outras actividade económicas. O turismo, claro, não pode deixar passar esta oportunidade de captar os que já interessados no Alentejo, nas ideias fortes que lhe estão associadas: a gastronomia, os vinhos, o clima, o descanso, a “slow food”, o “slow life”, e também o património, agora acrescentado com a novidade do Grande Lago.
 E mais uma vez se prova como uma ideia simples, um conceito simples, uma imagem podem ter mais força do que coisas mais complexas e elaboradas.
‘Bora até Mértola?