Archive for the ‘Pão’ Category

Pão Alentejano de Cuba

O Pão tem especial relevância na cozinha tradicional alentejana, onde é um elemento imprescindível em quase todos os pratos da nossa gastronomia, tais como açordas, migas, gaspacho e ensopados.
 
Nada melhor que aproveitar o auge das férias (para quem as tem) e ir directamente à origem buscar um dos varios ícones do Alentejo. Use a tecnologia (GPS) para ir ao encontro das tradições e siga as nossas sugestões.
O “Melhor de Portugal está aqui” deixa estas sugestões:

Padarias do concelho de Cuba:

Padaria Fitas
Rua do Carmo nº67
7940 Cuba

Padaria Cubense
Rua Manuel Bernardo Barahona
7940 Cuba

Pastelaria e Padarias Vilalvense Lda
Rua Alferes António Abreu Abrantes nº31
7940-378 Vila Alva

Gueropa-Indústria e Comércio de Pão Lda
Rua Formosa nº120
7940-157 Cuba

Magni Pão Lda
Rua Fonte
7940 Vila Ruiva

Padaria Joaquina Marcelino
Travessa São Pedro
7940 Cuba

Panificação Padaria Farense
Rua da Fé, nº37-A
7940-311 Faro do Alentejo

Padaria Romana Dimas
Travessa Pública
7940 Faro do Alentejo

 
Gamado aqui
Anúncios

>Pão de Mafra inspira festival e mostra gastronómica

>

O pão de Mafra caracteriza-se por um elevado tempo de amassadura, tempo de fermentação muito curto e reduzido tempo de levedura.

De um a dez de Julho realiza-se uma mostra gastronómica que tem por objectivo a divulgação do Pão de Mafra enquanto produto com características singulares, tanto no processo de produção, como no produto.

A mostra conta com a participação de 16 restaurantes do município de Mafra, diferentes receitas e um só produto – o Pão de Mafra.

Este pão caracteriza-se por um elevado tempo de amassadura, tempo de fermentação muito curto e reduzido tempo de levedura. É um pão com “buracos”, mais adocicado, com textura própria, macia e de baixo teor de acidez.

A mostra está integrada no “Festival do Pão” que vai decorrer de oito a dez de Julho no Jardim do Cerco, em Mafra, com um conjunto diversificado de actividades culturais, recreativas e desportivas.

O Festival é organizado pela câmara de Mafra com o apoio do Turismo de Portugal, Turismo de Lisboa e da Associação do Comércio, Indústria e Serviços do Concelho de Mafra.

Gamado aqui

>Festa do Trigo e do Pão nos Montes Novos

>

Depois da Festa da Espiga, a freguesia de Salir, concelho de Loulé, prepara agora a Festa do Trigo e do Pão que está marcada para 19 de Junho. A festa vai decorrer na localidade dos Montes Novos.

De acordo com a organização, o programa da festa inclui um passeio pedestrem uma mostra de artesanato e gastronomia e animação cultural.

Dar a conhecer o trabalho da transformação do trigo em pão, uma atividade que fez parte das atividades quotidianas das famílias da Serra do Caldeirão.

Gamado aqui

>Magia que vale a pena conhecer no Museu do Pão

>

Na zona da Serra da Estrela, mais concretamente em Seia, encontra-se um tesouro de cerca de 3.500 m2. O ambiente é mágico, acolhedor e encantador.

Seja de noite (com as mil luzes a piscarem o olho lá em baixo) ou de dia (com o sol a expor cada recanto), a primeira impressão é sempre inspiradora.

Assim que se passa a entrada, abre-se um mundo pitoresco, que nos transporta para outro tempo, onde é impossível não se sentir bem-vindo. Cada pormenor tem importância, e não é aceite menos de 100% em tudo (desde a genuína simpatia aos serviços, passado pela organização).

A Dra Laura (Directora Geral) é a cara de toda uma equipa sem defeitos a apontar, e é o espelho de todo o funcionamento, comunicação, simpatia e profissionalismo. Uma máquina muito bem oleada, que gira tão bem, como o moinho de água, no largo! Ao som de uma música de fundo, tudo nos remete para uma vila medieval. Por cima, ergue-se a casa que recebe os convidados. Por baixo, encontram-se as salas expositivas, a mercearia, e um bar-biblioteca. Escondido atrás de algumas escadas está o restaurante.

Ver artigo completo aqui

>Pão e leitão candidatos às 7 Maravilhas da Gastronomia Nacional

>

A Câmara Municipal da Mealhada vai candidatar o pão e o leitão da Mealhada às “7 Maravilhas da Gastronomia Nacional”.

Uma iniciativa promovida pela marca “7 Maravilhas” para divulgar e promover o património gastronómico nacional, reconhecido e apreciado em todo o mundo pela sua diversidade.

“A Mealhada é um destino gastronómico de excelência. Era impensável não candidatarmos o nosso pão e o nosso leitão às Maravilhas Gastronómicas”, afirma a vice-presidente da autarquia, Filomena Pinheiro.

“Da mesma forma que não hesitámos em candidatar a Mata Nacional do Bussaco às ‘7 Maravilhas Naturais de Portugal’ (e note-se que a mata foi uma das 21 finalistas, conseguindo uma excelente votação), também não tivemos dúvidas sobre esta candidatura. A Mealhada é um destino gastronómico de excelência e o nosso leitão é conhecido além-fronteiras”.

Gamado aqui

>Tecnipão na Batalha

>

De 25 a 28 de Fevereiro a ExpoSalão abre as suas portas à 4.ª edição da Tecnipão – Salão Profissional de Máquinas, Equipamentos e Matérias-primas para panificação, pastelaria e confeitaria a par do Salão da Embalagem, dois salões que se dirigem a todos os profissionais que actuam nesta área.

Este salão apresenta-se com uma maior dimensão, quer na área ocupada, quer no número de empresas presentes e constitui um evento incontornável para todos os profissionais que se movem nestas áreas de actividade.

A Tecnipão reúne cerca de 130 expositores, entre os quais as grandes referências do sector, com as mais recentes inovações em máquinas, equipamentos e matérias-primas para a panificação, pastelaria e confeitaria, que durante os 4 dias de feira apresentarão uma grande diversidade de produtos, tais como: Fornos, amassadeiras, batedeiras, divisoras, cortadoras, laminadoras, equipamentos de frio, utensílios, mobiliário. Também em “massa” estarão os ingredientes e as matérias-primas, tais como farinha, fermentos e aditivos.

Ver artigo completo aqui

>Pão, leite e bebidas vão ficar mais caros

>

Os alimentos vão ficar mais caros este ano, a reflectir o aumento internacional dos preços das matérias-primas.

O leite poderá aumentar entre 3 e 4%, em breve, o café deverá subir até 7,5% e os preços do pão deverão crescer 10%. O preço das cervejas vai subir 5% e o dos refrigerantes 3%.

Segundo as Associações contactadas pelo Jornal de Notícias, estes são só alguns exemplos de alimentos que deverão ficar mais caros este ano, para reflectir o aumento internacional dos preços das matérias-primas.

O preço do leite no consumidor, estima o director geral da Associação Nacional dos Industriais dos Lacticínios (ANIL), Pedro Pimentel, terá de subir entre 3 e 4% para compensar os custos da produção: “os aumentos dos custos da produção de leite atingem os 10% nos últimos seis meses”, por isso “não é possível não mexer nos preços este ano”.

Ver artigo completo no Económico