Archive for the ‘Percursos Pedestres’ Category

Via Algarviana dá novos passos em frente

“A Via Algarviana, um percurso pedestre e ciclável, com 300km, que liga o interior do Algarve, de Alcoutim ao Cabo de São Vicente, vai passar a ter nova sinalética, rotas temáticas e percursos áudio-guiados.

A segunda fase do projecto, ontem apresentada, consistiu em “dotar a via de tudo aquilo que ela ainda precisava, novas infra-estruturas, estratégias de promoção e um novo modelo de gestão”, explicou à Lusa Anabela Santos, coordenadora do projeto e membro da Almargem – Associação de Defesa do Património Cultural e Ambiental do Algarve.”

“Para esta nova etapa, a Almargem conta com a parceria de onze municípios, da Entidade Regional do Turismo do Algarve e da Associação de Turismo do Algarve. Entre Janeiro e Junho de 2010, mais de 600 pessoas percorreram esta via que está numa fase de consolidação e a ganhar adeptos. A segunda fase, apresentada na sede Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional, em Faro, representa um investimento de 1,4 milhões de euros e beneficia de um financiamento de 950 mil euros de fundos europeus. Os outros 512 mil euros serão repartidos pela Almargem e pelos parceiros.” (sacado daqui)

Caminhada (Serra da Freita)

“No próximo dia 24 de Setembro o Núcleo Regional de Aveiro da Quercus organiza mais um percurso pedestre na Serra da Freita, área montanhosa do distrito de Aveiro, na região de Arouca. Inscrições até 20 de Setembro.

“A Serra da Freita faz parte do território que define o Geoparque Arouca, membro da Rede Europeia e Global de Geoparques, cujo valor científico e natural é reconhecido a nível internacional. Este percurso permite contactar com alguns dos elementos de geodiversidade presentes na área planáltica desta serra e descobrir alguns dos segredos que encerram. Associados a estes geossítios, estão ainda valores de carácter científico/didáctico e da cultura dos povos serranos que ao longo do tempo aqui têm vivido, assim como a riqueza da sua flora e fauna. Tendo em conta a completa dependência da biodiversidade relativamente ao meio ambiente e que este se define fundamentalmente pela geologia regional, a conservação dos elementos geológicos, é essencial numa política integrada de protecção da biodiversidade. Sendo certo que só protegemos aquilo a que reconhecemos valor, talvez este percurso permita a alguns, novas descobertas e a sensibilização para a importância da conservação da Natureza na sua componente geológica”, escrevem os organizadores.

Descrição do percurso:
“Na primeira parte do percurso far-se-á o acesso ao miradouro de S. Pedro Velho, localizado a 1077m de altitude, que em dias de boa visibilidade, permite a observação de um território que se estende desde as serras do Marão e Alvão, até à serras da Estrela e da Boa Viagem. Neste local panorâmico e ao longo da área planáltica adjacente, é ainda possível observar e interpretar algumas geoformas graníticas, bem como a forma como os processos geológicos modelam a paisagem. A paragem seguinte será nas Pedras Boroas, que constituem uma forma peculiar de modelado granítico abundante nesta região. O percurso prossegue ao longo da margem do rio Caima, onde, acompanhados pelo murmúrio das suas águas, poderemos descobrir testemunhos da sábia intervenção humana, no sentido de rentabilizar os parcos recursos que a Natureza proporciona nesta região. Ao longo desta margem encontram-se múltiplas Marmitas de Gigante, evidências de uma dinâmica fluvial passada e, que em alguns casos, se desenrola diante dos nossos olhos”.

“Ao longo do percurso encontram-se as aldeias de Albergaria da Serra e da Mizarela, onde apesar de um pouco descaracterizadas, ainda se encontram alguns elementos da arquitectura rural do passado”.

“Segue-se a visita a um local panorâmico muito procurado, pela sua beleza cénica, a Frecha da Mizarela. Daqui pode mais uma vez fazer-se a interpretação da paisagem, bem como dos processos que levaram à criação da maior queda de água de Portugal Continental. No regresso encontraremos ainda outras geoformas graníticas, bons testemunhos da forma como os agentes atmosféricos modelam até, as rochas mais resistentes”.

Características do percurso:
Tipo de percurso: de pequena rota, por caminhos rurais, tradicionais e de montanha;

Distância a percorrer: cerca de 7 km, em circuito;

Duração do percurso: cerca de 3 horas;

Nível de Dificuldade: baixo/médio, com desníveis pouco significativos.

“O objectivo desta actividade é promover o contacto com a Natureza, ajudando a conhecer o património natural e tradicional desta região, promovendo ao mesmo tempo a confraternização entre todos os participantes”.

O ponto de encontro é às 08h00 na sede da Quercus-Aveiro, Urb. de Santiago, Bl. 25, em Aveiro. O ponto de encontro alternativo é às 09h30 no Parque de Campismo do Merujal. O transporte de e para o local da visita deve ser próprio ou partilhado.

Contactos:

Telem: 96.655.13.72

Email: aveiro@quercus.pt”
(sacado daqui)

Caminheiros da Gardunha vão a Peniche

“Os Caminheiros da Gardunha organizam o tradicional passeio anual dos caminheiros no dia 25 de Setembro em Peniche onde para além de uma visita e animação será servida uma boa caldeirada ao almoço. O preço, com almoço e viagem de autocarro, é de 17,50 euros e as inscrições terão que ser feitas na sede dos caminheiros impreterivelmente até ao próximo dia 17 de Setembro.” (sacado daqui)

Mês de Setembro, Mês do Tortosendo!

Feira, gastronomia, caminhadas, todo-o-terreno, etc. – Tortosendo em grande durante o mês de Setembro!

“10 de Setembro/ 2011 a partir das 18.00 h – SOPAS DO TORTOSENDO

Parque S. Miguel – A tradição das Sopas do Tortosendo numa mostra gastronómica que já é um cartaz da região e onde não faltará o Artesanato, Doçarias Regionais e Animação com os Amigos dos Bombos de Vales do Rio, Mister Mário, Duo Musical Estrela de Santiago e Mico da Câmara Pereira.

Aqui poderá degustar cerca de 2 dezenas de tipos de Sopa. Este ano foi lançado o desafio as todos os participantes para juntamente com as Sopas apresentarem uma sobremesa regional. No Parque S. Miguel haverá também barraquinhas de artesanato.

24 de Setembro/ 2011 às 20.00 h

II Passeio Todo-o-Terreno Nocturno Vila do Tortosendo. Com saída da sede do Sport Tortosendo e Benfica (Av. Viriato). No regresso ao Tortosendo, haverá um Jantar/Convívio para todos os participantes. Organização : Secção de Desporto Motorizado do Sport Tortosendo e Benfica (inscrições no local – 15,00 euros – inclui jantar, lembrança e seguro).

25 de Setembro/2011 às 8.30 h

Caminhada de S. Miguel – com partida do CPT Pinhos Mansos e chegada ao Parque de S. Miguel onde haverá a Tradicional Sardinhada. (inscrições no CPT Pinhos Mansos e Junta de Freguesia de Tortosendo – 5,00 euros – inclui almoço e lembrança).

29 de Setembro de 2011

Parque de S. Miguel – Tradicional e Centenária Feira de S. Miguel.

Durante todo o mês de Setembro estará patente ao público no Salão Nobre do Unidos do Tortosendo a exposição “140 anos, 140 obras” – Trata-se de uma mostra de 25 painéis com 140 obras executadas no Concelho a partir da década de 70 do século XIX. Cada obra é caracterizada com imagens, legenda e uma pequena memória descritiva.”
(sacado daqui)

Percurso de interpretação do Zela (Vouzela)

Rio Zela (imagem daqui)

“Numa organização do Município de Vouzela, vai realizar-se no dia 3 de Setembro, pelas 9 horas, o “Percurso de Interpretação do Zela”.

Com cerca de 4 Km de distância e um nível de dificuldade médio/baixo, o trilho proporciona uma descoberta única do Vouga permitindo aos pedestrianistas não só desfrutar de uma vista magnífica do rio, como também apreciar as várias espécies autóctones no leito do rio como a garça cinzenta, o guarda-rios e as libélulas de rios de montanha.

As inscrições decorrem até ao dia 2 de Setembro e podem ser feitas no Posto de Turismo, pelo 232 771 515 ou pelo mail gab.turismo@cm-vouzela.pt ( sacado daqui)

Rota dos Três Trilhos (Fragosela)

imagem daqui

“Realiza-se no próximo sábado, dia 27 de Agosto, pelas 16h00, o 9º percurso pedestre de 2011, inserido no projecto municipal de dinamização da Rede Municipal existente no concelho de Viseu, a Rota dos Três Trilhos, na freguesia de Fragosela, com a concentração dos participantes prevista para as 15h30 junto à Capela de Espadanal.

A Rota dos Três Trilhos, como o próprio nome indica, compreende o Trilho Romano, o Trilho do Rio e o Trilho das Vinhas, num total de 20,9 km. Para este sábado o percurso será apenas do Trilho Romano com a distância de 6 km.

O percurso tem início numa área de lazer, junto à Capela de Espadanal, seguindo pela referida povoação onde se destacam vários pontos de interesse de âmbito arquitectónico, histórico e ambiental, tais como cruzeiros, alminhas, fontanários, igrejas, capelas e um troço de estrada romana com marcas visíveis de vivências passadas.”

“Ficha Técnica da Rota dos Três Trilhos | Trilho Romano
Distância total (Trilho Romano): 6 km
Duração prevista: cerca de 1,5 horas,
Nível de dificuldade: Médio/Alto
Concentração às 16h00 junto à Capela do Espadanal

As inscrições para estes percursos são gratuitas, podendo os interessados efectuar o download da ficha de inscrição no portal da Câmara Municipal de Viseu ou solicitar o envio dessa mesma ficha de inscrição por e-mail para tiago.freitas@cmviseu.pt.”
(sacado daqui)

Caminada na Tierra de Miranda

É já no próximo dia 4 de Setembro, a Caminada na Tierra de Miranda, Miranda – Nazo. Este é um percurso de inolvidável beleza, que vai surpreender os participantes.

A cultura, a tradição, a paisagem e a história do concelho de Miranda do Douro vão estar presentes em cada“passo”, dos caminheiros. Para além disso, não são esquecidos os bons hábitos de saúde aliados ao passeio na natureza. Venha descobrir a fantástica beleza das paisagens das Arribas do Douro.

As inscrições prolongam-se até ao próximo dia 31 de Agosto no Posto de Turismo de Miranda do Douro e na Casa das Quatro Esquinas.

Programa:
Hora da partida: 8h
Local da partida: Posto de Turismo de Miranda doDouro
Itinerário: Miranda do Douro – Malhadas – Nazo- Almoço- Regresso a Miranda do Douro (transporte assegurado pelaautarquia)
Total do percurso: 14 km
Duração: 3 h

Conselhos úteis – calçados apropriado, roupaleve e água fresca

Fonte: Câmara Municipal de Miranda do Douro