Archive for the ‘Província da Beira Litoral’ Category

2 milhões para requalificação (Luso)

Luso (imagem daqui)

“O centro da vila do Luso vai ser alvo de um projecto de requalificação, promovido pela autarquia da Mealhada, que visa transformar a estância termal num local moderno e atractivo para o turismo, anunciou fonte camarária. O projecto de requalificação do Luso está orçado em dois milhões de euros e a primeira fase tem conclusão prevista para Julho de 2012.
«Estamos a desenvolver um plano para transformar o Luso numa estância moderna e atractiva para as pessoas que a visitam», disse à Lusa José Calhoa, vereador com o pelouro das Obras Municipais na autarquia da Mealhada. Lembrou que a intervenção camarária começou já pela requalificação da avenida Emídio Navarro, a que se juntaram os investimentos das empresas concessionárias das Termas e do Grande Hotel do Luso e a criação da Fundação Mata do Bussaco, responsável pela dinamização daquela área florestal, sobranceira à vila.” (gamado aqui)

Anúncios

Caminhada (Serra da Freita)

“No próximo dia 24 de Setembro o Núcleo Regional de Aveiro da Quercus organiza mais um percurso pedestre na Serra da Freita, área montanhosa do distrito de Aveiro, na região de Arouca. Inscrições até 20 de Setembro.

“A Serra da Freita faz parte do território que define o Geoparque Arouca, membro da Rede Europeia e Global de Geoparques, cujo valor científico e natural é reconhecido a nível internacional. Este percurso permite contactar com alguns dos elementos de geodiversidade presentes na área planáltica desta serra e descobrir alguns dos segredos que encerram. Associados a estes geossítios, estão ainda valores de carácter científico/didáctico e da cultura dos povos serranos que ao longo do tempo aqui têm vivido, assim como a riqueza da sua flora e fauna. Tendo em conta a completa dependência da biodiversidade relativamente ao meio ambiente e que este se define fundamentalmente pela geologia regional, a conservação dos elementos geológicos, é essencial numa política integrada de protecção da biodiversidade. Sendo certo que só protegemos aquilo a que reconhecemos valor, talvez este percurso permita a alguns, novas descobertas e a sensibilização para a importância da conservação da Natureza na sua componente geológica”, escrevem os organizadores.

Descrição do percurso:
“Na primeira parte do percurso far-se-á o acesso ao miradouro de S. Pedro Velho, localizado a 1077m de altitude, que em dias de boa visibilidade, permite a observação de um território que se estende desde as serras do Marão e Alvão, até à serras da Estrela e da Boa Viagem. Neste local panorâmico e ao longo da área planáltica adjacente, é ainda possível observar e interpretar algumas geoformas graníticas, bem como a forma como os processos geológicos modelam a paisagem. A paragem seguinte será nas Pedras Boroas, que constituem uma forma peculiar de modelado granítico abundante nesta região. O percurso prossegue ao longo da margem do rio Caima, onde, acompanhados pelo murmúrio das suas águas, poderemos descobrir testemunhos da sábia intervenção humana, no sentido de rentabilizar os parcos recursos que a Natureza proporciona nesta região. Ao longo desta margem encontram-se múltiplas Marmitas de Gigante, evidências de uma dinâmica fluvial passada e, que em alguns casos, se desenrola diante dos nossos olhos”.

“Ao longo do percurso encontram-se as aldeias de Albergaria da Serra e da Mizarela, onde apesar de um pouco descaracterizadas, ainda se encontram alguns elementos da arquitectura rural do passado”.

“Segue-se a visita a um local panorâmico muito procurado, pela sua beleza cénica, a Frecha da Mizarela. Daqui pode mais uma vez fazer-se a interpretação da paisagem, bem como dos processos que levaram à criação da maior queda de água de Portugal Continental. No regresso encontraremos ainda outras geoformas graníticas, bons testemunhos da forma como os agentes atmosféricos modelam até, as rochas mais resistentes”.

Características do percurso:
Tipo de percurso: de pequena rota, por caminhos rurais, tradicionais e de montanha;

Distância a percorrer: cerca de 7 km, em circuito;

Duração do percurso: cerca de 3 horas;

Nível de Dificuldade: baixo/médio, com desníveis pouco significativos.

“O objectivo desta actividade é promover o contacto com a Natureza, ajudando a conhecer o património natural e tradicional desta região, promovendo ao mesmo tempo a confraternização entre todos os participantes”.

O ponto de encontro é às 08h00 na sede da Quercus-Aveiro, Urb. de Santiago, Bl. 25, em Aveiro. O ponto de encontro alternativo é às 09h30 no Parque de Campismo do Merujal. O transporte de e para o local da visita deve ser próprio ou partilhado.

Contactos:

Telem: 96.655.13.72

Email: aveiro@quercus.pt”
(sacado daqui)

Lounge Bairrada (Vagueira)

“A Associação Rota da Bairrada organiza este domingo, dia 11 de Setembro, na praia da Vagueira, mais uma iniciativa intitulada ‘Lounge Bairrada’, um momento de degustação de espumante bairrada e promoção da Região.
A Associação Rota da Bairrada irá promover este domingo, dia 11 de Setembro, entre as 15h e as 19h, um momento de degustação de espumante bairrada e promoção da região, num espaço descontraído, na praia da Vagueira, junto ao posto de turismo, ao qual se designou ”Lounge Bairrada”.
Numa acção que combina o calor e o espumante Bairrada, a Associação Rota da Bairrada promoverá esta acção de degustação e promoção junto dos visitantes e veraneantes, disponibilizando-lhes informação sobre a região e convidando-os a degustar a frescura do Espumante Bairrada.”

Promover a Bairrada através da degustação é o objectivo deste Lounge Bairrada de Verão. Num ambiente descontraído e animado haverá algumas surpresas e brindes promocionais.
Com esta acção, financiada pelo Programa Operacional Regional do Centro (SIAC), a Rota da Bairrada pretende dar a conhecer a nova Bairrada, uma região rica em vinhos e dinâmica no seu enoturismo, que oferece experiencias únicas no mundo vitivinícola, entre provas, enogastronomia, visitas e vindimas.” (sacado daqui)

Feira Internacional de Turismo de Coimbra

imagem daqui

“Num espaço contíguo à Rua Larga e próximo do Auditório da Reitoria localizar-se-á a FITUC – Feira Internacional de Turismo de Coimbra. Esta pretende ser um espaço de exposição, de divulgação e de promoção – de recursos, de produtos e de destinos – que, privilegiando organizações, entidades, empresas e associações locais e regionais, irá acolher outros agentes que promovem e valorizam o turismo nacional. Este espaço de exposição pretende valorizar o empreendedorismo inovador e sustentável, nas suas múltiplas vertentes, projectos de referência no âmbito do turismo, mas também os conhecimentos, as culturas e tradições locais que ganham expressão na gastronomia e nos vinhos. Será essencialmente um espaço de encontro entre os profissionais e a população, local e turista, acolhendo durante as pausas nos trabalhos dos dias 27 e 28 [de Setembro de 2011] todos os participantes no Congresso.”
(sacado daqui)

Feira do Mel na Vila do Espinhal

Começa hoje (dia 2) até 4 de Setembro na Vila do Espinhal, no concelho de Penela, a tradicional Feira do Mel.

Esta feira é uma das melhores formas de conhecer o mel produzido na Região Demarcada do Mel da Serra da Lousã, contribuindo, assim, para a valorização de uma actividade que, apesar de complementar, não deixa de ter uma relevância crescente na economia doméstica de muitos agregados familiares da região.

­
Adoce, pois a boca, porque vai ter uma oportunidade privilegiada para provar o mel produzido na região, bem como alguns produtos derivados, designadamente, os licores e aguardentes, o vinagre, as velas de cera de abelha ou as compotas e doces.

Ao longo de três dias, ocupam ainda lugar de destaque neste certame os produtos endógenos certificados, nomeadamente, o queijo “Rabaçal” e o vinho “Terras de Sicó”, bem como, algumas empresas e instituições que contribuem para o desenvolvimento do concelho de Penela e da região.


E porque a animação musical também faz parte da tradição estão agendados espectáculos de música, com destaque para a aparição do projecto “ESPAÇOS EM VOLTA – encontro de artes”.

ESPAÇOS EM VOLTA 2011 é um encontro de arte contemporânea que propõe uma oferta artística qualificada através de um conjunto de exposições de artes plásticas, fotografia, espectáculos de música-dança e teatro, encontros abertos com artistas, residências artísticas, ateliês de formação e a criação original do cortejo teatral em comunidade ‘Achadiços’.

2 SETEMBRO | SEXTA-FEIRA

17h00 – ESPAÇOS EM VOLTA (exposições de arte contemporânea)
21h00 – Entrega do PRÉMIO DE MÉRITO ESCOLAR “Alice Gonçalves”
23h00 – FADOS DE COIMBRA com Grupo Verdes Anos
  
3 SETEMBRO | SÁBADO
09h00 – Seminário florestal “A NOVA ECONOMIA DA FLORESTA?”, Casa da Cultura do Espinhal
10h00 – CAMINHADA “Por Terras de Água e Mel”, Pedra da Ferida
11h00 – ESPAÇOS EM VOLTA (exposições de arte contemporânea)
17h30 – Inauguração de Mural do Rosando, Largo da Fonte
21H30 – MALA DE CONTOS (teatro) Carlos Marques
23h00 – Baile com“DEXYS”
   
4 SETEMBRO | DOMINGO
08h00 – Recepção ao Apicultor
09h00 – XXII FEIRA DO MEL DO ESPINHAL
                Mercado de Agricultura Tradicional
                Mostra de Artes e Ofícios Tradicionais
10h00 – Arruada pela Sociedade Filarmónica do Espinhal
10h30 – Recepção às Entidades Oficiais e Prova de Mel
11h00 – ESPAÇOS EM VOLTA (exposições de arte contemporânea)
12h00 – Chegada dos ciclistas da “ROTA DO MEL” Santa Maria da Feira – Espinhal
13h00 – Almoço do Apicultor
15h00 – ACHADIÇOS Cortejo Teatral
16h00 – FESTIVAL DE FOLCLORE
22h00 – Baile com “Duo Tecla”
Gamado, aqui.

Feira de Stocks (Mealhada)

“O Jardim Municipal da Mealhada vai ser palco da IV Feira de Stocks, nos próximos dias 2, 3 e 4 de Setembro. No decorrer do evento, a Mealhada viverá uma nova dinâmica e animação. Além das bancas dos comerciantes, a feira vai contar com a mascote – O Talismã do Comércio, e os animadores, que vão distribuir brindes aos visitantes e, com boa disposição, relembrar a importância de comprar no comércio tradicional do concelho.

A IV Feira de Stocks é uma iniciativa da Associação Comercial e Industrial da Mealhada (ACIM) que pretende promover e dinamizar o comércio de proximidade do concelho. Assim, a ACIM apela à participação de todos e espera que “se divirtam a consumir no comércio tradicional da cidade”.”
(fonte: CM Mealhada)

Festival Regional de Gastronomia em Leiria

A Entidade Regional de Turismo de Leiria / Fátima e a Câmara de Leiria, com a colaboração dos municípios de Batalha, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto de Mós, realizam, a partir do próximo dia 26 e até 3 de Setembro, o XIX Festival Regional de Gastronomia de Leiria, este ano dedicado ao tema “às mil Maravilhas”.

O certame funcionará entre as 18h00 e as 24h00, no Marachão, em Leiria, e o tema desta edição aborda o Concurso das 7 Maravilhas Gastronómicas, uma vez que, nos 21 finalistas das Maravilhas, o arroz de marisco da Praia da Vieira é um forte candidato.

Pretende-se, assim, dar um enfoque na promoção e divulgação deste prato finalista, cuja votação decorre até 07 de Setembro.

“Face à influência que tem de concelhos com mar e com serra, o Turismo de Leiria / Fátima oferece uma diversidade e riqueza gastronómica, muito singulares.

O objectivo do certame é contribuir para a preservação e divulgação da verdadeira essência e história dos pratos típicos desta região. A qualidade e o rigor são outras qualidades que diferenciam esta actividade no calendário de eventos nacionais”, refere a organização do evento.

Tal como sucede habitualmente, o festival contará com a participação de diversos restaurantes e, em paralelo, estarão disponíveis vários stands com exposições diversas, com a promoção e venda de produtos locais como, por exemplo, o mel, os licores, os vinhos, os bolos e a fruta.

Várias são, também, as iniciativas que têm lugar ao longo do certame, que ajudarão a distrair os visitantes, que disporão de um programa de animação diária, de cariz regional, durante todas as noites.

Gamado aqui