Archive for the ‘Província do Alto Alentejo’ Category

Viana em Festa

De 16 a 22 de Setembro, Viana do Alentejo, vai estar em Festa. Caminhada, exposição, apresentação de livro, teatro e espectáculo de fado são alguns dos ingredientes da iniciativa “Viana em Festa”.

16 Setembro | Sexta

21h00| Caminhada Nocturna – Partida da Praça da República
(Org.: Centro de Saúde de Viana do Alentejo)

17 Setembro | Sábado

16h00| Inauguração da exposição “A Arte de José Manuel Água Morna” – Posto de Turismo
Patente até 16 de Outubro de 2011

21h30| Espectáculo Musical “Ibérica & Pedro Frias” – Castelo


18 Setembro | Domingo

09h00| Passeio de Cicloturismo da Casa do Benfica em Viana do Alentejo
– Partida: Pavilhão Municipal
(Org.: Casa do Benfica em Viana do Alentejo)

17h00| Músicas Populares Portuguesas:
– Grupo de Música Popular do Coro de Prof. de Coimbra (Beiras)
– Grupo de Música Tradicional “Arco da Velha” (Algarve)
– Grupo Coral e Instrumental “Campos do Alentejo” (Alentejo)
– Cine-Teatro Vianense
(Org.: Junta de Freguesia de Viana do Alentejo)
 

19 Setembro |Segunda

21h30| Quarteto de Cordas (Violinos, Viola d`Arco, Violoncelo) – Cine-Teatro Vianense (Projecto Teias – Rede Cultural do Alentejo)

20 Setembro |Terça
     
21h00| Apresentação do Livro “A Escola da Vida” de Lurdes Pratas Nico
Leituras ao Luar
com Intervenções Musicais dos Grupos Corais de Viana do Alentejo
– Praça da República
(Org: Universidade Sénior Túlio Espanca Pólo de Viana do Alentejo; BECRE do Agrupamento    de Escolas de Viana do Alentejo, Biblioteca Municipal e Colecção B e Oficina da Criança).

21 Setembro |Quarta

21h30| Peça de Teatro “Rua de Dentro” – Cine-Teatro Vianense
(Projecto Teias – Rede Cultural do Alentejo)

22 Setembro |Quinta

21h30| Espectáculo de Fados (João Ficalho, José Geadas, Paula Ficalho, Patrícia Leal) – Cine-Teatro Vianense
(Projecto Teias – Rede Cultural do Alentejo)

Nota: Em caso de mau tempo, as iniciatuvas previstas para o Castelo e Praça da República irão decorrer no Cine-teatro Vianense.

Gamado, aqui.

Anúncios

Olivença

Palácio dos Duques do Cadaval, Olivença (imagem daqui)

Continuamos a percorrer a raia e esta semana descemos a Olivença. Aqui, ao contrário do que acontece no Norte, a fronteira não se vê – porque Portugal não a reconhece oficialmente.
Olivença foi ocupada “à má fila” por alturas do Napoleão. Quando o imperador francês desapareceu e se fez um acordo geral de paz na Europa, a Espanha concordou em devolver-nos a vila. Só que foi-se fazendo esquecida e assobiando para o lado… Olivença continuou por lá, e nós não nos queixámos mas também não esquecemos, e a fronteira continua a não ser oficial.
Hoje, só os mais velhos ainda falam português de forma espontânea; os oliventinos com menos de 60 anos já não o fazem. O problema não é tanto os 200 anos que já passaram desde a ocupação, mas a agressividade do regime de Franco que fez os possíveis por apagar o que restasse da portugalidade. O falar português era penalizado na escola com reguadas e vieram colonos de outras zonas de Espanha para tornar Olivença mais espanhola e não apenas uma vila alentejana sob administração de Madrid. Mas ainda há esperança.
Perguntar pelo assunto na rua pode não nos conquistar grandes amizades, mas os mais jovens aprendem o português na escola, e a afluência é grande.
Nestes tempos de paz e união entre os países europeus, pensar em medidas de força para exigir uma devolução é anacrónico. A “resistência” pode ser cultural, e não política. Aqui há uns tempos, houve uns engraçadinhos que resistiram de outra forma:

S. Jorge da Lor, Olivença (imagem daqui)

Ir a Olivença é depararmo-nos com os nomes portugueses nas ruas, com a arquitectura portuguesa nas casas, é darmos uma volta pelo “ayuntamiento” e vermos as antigas aldeias onde o português resistiu mais e onde tudo nos diz que continuamos no Alentejo.
Nomeadamente a comida, onde encontramos o cozido estremenho, o gaspacho estremenho, e as migas.

Ponte da Ajuda (nova), com a antiga ponte em fundo

Mesmo se os caramelos já não são o que eram, Badajoz continua a ser uma visita mais simples e rápida para quem quer conhecer uma cidade média espanhola. Porque não aproveitar e fazer um desvio até Olivença? Segundo o Google, são apenas 25 km. Para o regresso a Elvas, são outros 25km, feitos pela ponte que a Câmara de Elvas inaugurou por sua própria iniciativa (leia-se dinheiro) para simbolizar o não reconhecimento da fronteira como internacional.

De resto, à imagem de Rio de Onor e do seu estatuto de aldeia europeia, alentejanos e extremenhos pensaram na criação de uma euro-região que agruparia os municípios de La Codosera, Albuquerque e Badajoz, de um lado, e Arronches, Campo Maior, Estremoz, Portalegre e Elvas, com Olivença ao centro. Mas, tal como em Rio de Onor, também esta sementeira não deu ainda muitos frutos…

Grande Encontro 4L (Arraiolos)

imagem CM Arraiolos


“Para comemorar o 50º aniversário do nascimento do emblemático ‘jipe do povo’, o Grupo Diário do Sul decidiu organizar o Encontro 50 Anos da Renault 4L. Mais do que uma homenagem à longevidade e resistência da famosa carrinha francesa, o evento vai reunir os apaixonados que, muitas vezes com sacrifício, têm contribuído para perpetuar a sua existência e popularidade.” (sacado daqui)

Festa da Malha em Montemor-o-Novo

No Dia 18 de Setembro realiza-se a 19ª Festa da Malha no Parque de Exposições Municipais em Montemor-o-Novo.

PROGRAMA

8h00 – Chegada das Delegações
9h30|12h30 – Torneio
12h30 – Almoço
14h00|17h30 – Torneio
18h00 – Entrega de prémios
18h30 – Encerramento

Escalões

Masculino
Esc. Jovem até aos 13 anos
Esc. Sénior dos 14 aos 65 anos
Esc. 65 – + de 65 anos

Feminino
Esc. Absoluto até aos 65 anos
Esc. 65 – + de 65 anos

Inscrições

Câmara Municipal (DDSH)
Bibliotecas de Aguiar e Alcáçovas

Oferta de transporte e almoço

Gamado, aqui.

Festas do Povo em Campo Maior

As Festas do Povo decorrem de 27 de Agosto a 4 de Setembro e consistem na decoração das ruas de Campo Maior, sobretudo o Centro Histórico, com flores de papel e outros objectos em cartão e papel, feitos pela população. Trata-se de um evento tradicional único, e que já alcançou uma notoriedade elevada a nível nacional e internacional.

É uma celebração que, por tradição, só acontece quando o povo quer, pois a sua realização depende do voluntariado e da força de vontade dos campomaiorenses. A preparação é feita rua a rua, sendo que o trabalho desenvolvido em cada uma delas fica em segredo, mesmo para amigos e familiares dos moradores, e só é dado a conhecer na noite da “enramação”.

O actual modelo de Festas realizou-se por 19 vezes. Em apenas 15 anos, entre 1989 e 2004, o número de visitantes das Festas do Povo duplicou. O sucesso de todas as edições deve-se à surpreendente diversidade da decoração das ruas, de beleza inigualável. A arte das flores de papel e as Festas do Povo de Campo Maior são um Património cultural único no Mundo.

As últimas Festas do Povo tiveram lugar em 2004 e levaram a Campo Maior, de acordo com um estudo elaborado pela Universidade de Évora, cerca de 2 milhões de pessoas, vindas de todo o país, da vizinha Espanha, da comunidade emigrante e até mesmo de outros países europeus. Foram decoradas 86 ruas com flores de papel, o equivalente a uma distância de 15 km. No total, foram utilizadas perto de 20 toneladas de papel e o trabalho voluntário de cerca de 7500 pessoas.

Em 2011 as Festas do povo contam com a participação de mais de 100 ruas, um facto que demonstra a vitalidade e importância que este evento tem para as gentes de Campo Maior.

Gamado,aqui.

Festival do Crato

Nasceu em 1984 com o intuito de promover os valores culturais e tradições da região. Ganhou notoriedade como Feira de Artesanato e Gastronomia e cedo conquistou um lugar de destaque no panorama das grandes iniciativas regionais. Em 2010 assumiu-se definitivamente como Festival do Crato, transformando-se num dos maiores Festivais de Verão a acontecer no país.

Depois do sucesso da edição de 2010, que acolheu mais de 35.000 espectadores, o FESTIVAL DO CRATO está de regresso em 2011.

A 27ª edição deste Festival decorre nos dias 24, 25, 26 e 27 de Agosto. A histórica vila do Alto Alentejo vai receber os internacionais Gabriel o Pensador, de regresso aos palcos nacionais com um novo disco, e os Gotan Project que se estreiam no norte alentejano.

O evento conta ainda com a actuação de algumas das melhores bandas nacionais da actualidade, bandas locais e volta a apostar em expressões artísticas como a Animação de Rua e uma componente gastronómica e de artesanato de referência. Destaque ainda para o palco after-hours com DJ Sets de Bailarico Sofisticado, DJ Glue e MC Virgul (Da Weasel) e o brasileiro Marcelinho da Lua, entre outros.


Os bilhetes já se encontram à venda e este é certamente o Festival de Verão mais económico:

Passes para os 4 dias – 18€ :: Bilhetes: 1º dia – 5€, 2º dia – 8€, 3º dia – 8€ e 4º dia – 10€
Vai estar disponível uma zona com permissão para acampar (junto ao Parque Aquático), destinada aos portadores do passe de 4 dias, que permitirá acolher os visitantes do Festival, em função do espaço disponibilizado.

PROGRAMA

24 de Agosto (4ª feira)

A abrir os espectáculos do Festival do Crato, dando as boas-vindas a todos os que nos visitam, a FILARMÓNICA DO CRATO (www.filarmonicadocrato.com)

No dia de abertura do Festival, a nova revelação do fado cantado no Masculino, MARCO RODRIGUES (www.myspace.com/marcorodrigues), com a participação da fadista do Crato ALEXANDRA MARTINS.

Antes de DJ MORENO (www.deejaymoreno.com), que encerrará a primeira noite do Festival do Crato, temos o prazer de vos apresentar os vencedores dos Globos de Ouro de 2011, EXPENSIVE SOUL (www.expensivesoul.com).

25 de Agosto (5ª feira)

Na segunda noite do Festival do Crato, celebra-se a World Music à Portuguesa. A abrir os espectáculos desta noite, um projecto local, com a música de JOMINHO.

Juntaram o seu megafone e a sua guitarra a instrumentos bem populares, como o acordeão, as caixas de ritmos e outros instrumentos de percussão tradicional portuguesa. Todos juntos, formam o colectivo HOMENS DA LUTA (www.homensdaluta.com), que afirmando que A LUTA É ALEGRIA! se tornou o vencedor improvável do Festival da Canção em 2011.

Antes do DJ SET BAILARICO SOFISTICADO (www.myspace.com/bailaricosofisticado), que encerrará esta segunda noite do Festival do Crato, temos o prazer de apresentar a música contagiante, entusiasmada e deliciosamente portuguesa dos multi-premiados DEOLINDA (www.deolinda.com.pt).

26 de Agosto (6ª feira)

A abrir os espectáculos desta terceira noite do Festival do Crato, a música de um novo instrumento português idealizado por Carlos Paredes, que no Crato ganha sonoridades de world music, com o GUITOLÃO WORLD PROJECT.

No Crato, vamos poder assistir a um concerto especial dos CLÃ (www.cla.pt), que cruza os temas do novo Disco Voador, com os clássicos de 19 anos de carreira que tanta energia e paixão têm espalhado pelo País.

Antes de DJ GLUE (www.myspace.com/glue2099) e VIRGUL MC (dos extintos DA WEASEL) que encerrarão esta terceira noite do Festival do Crato, temos o prazer de vos apresentar um Artista bem conhecido do público português, une o rap ao pop num estilo musical assente na crítica política e social. Com um novo disco a sair no Brasil, GABRIEL O PENSADOR (www.gabrielopensador.com.br), abre no Crato a sua nova Tournée em Portugal.

27 de Agosto (sábado)

A noite que encerra o Festival do Crato, abre com a música de mais um projecto da região, DAVID ALMEIDA “GRUPE” (www.myspace.com/davidalmeidagrupe).

Ainda na noite de sábado, o Crato vai assistir à originalidade do Rock e dos Blues cantados por um dos artistas portugueses com uma das mais respeitáveis carreiras internacionais, o one man band, LEGENDARY TIGERMAN (www.myspace.com/thelegendarytigerman).

Antes do popular músico e DJ Brasileiro MARCELINHO DA LUA (www.marcelinhodalua.net), que animará a última madrugada do Festival, este ano vão ouvir no Crato, um dos grupos mais aclamados pelos públicos de todo o Mundo. Reinventaram o Tango, aproximando-o da electrónica e tornaram-se num dos maiores fenómenos musicais da actualidade. O Crato vai receber, a encerrar os espectáculos do Festival em 2011, o novo tango dos GOTAN PROJECT (www.gotanproject.com).

Artistas / Projectos Internacionais

GOTAN PROJECT (ARGENTINA/FRANÇA)

http://www.gotanproject.com

Juntaram-se em 1999 e foram um dos primeiros projectos com êxito na chamada world music, ao juntarem, com um retumbante êxito, o Tango à electrónica, como o provam as vendas recorde alcançadas pelo seu segundo disco, La Revancha Del Tango. Depois de terem conquistado o Coliseu de Lisboa, completamente lotado, em Abril último, os GOTAN PROJECT voltam a Portugal em Agosto, ao Festival do Crato, para apresentar «Tango 3.0», o terceiro e último álbum de estúdio da banda. Philippe Solal, Eduardo Makaroff e Christoph Müller são os músicos por trás deste projecto que se tornou um dos maiores fenómenos musicais da actualidade.

GABRIEL O PENSADOR (BRASIL)

http://www.gabrielopensador.com.br

Bem conhecido do público português, o cantor e compositor brasileiro Gabriel O Pensador une o rap ao pop num estilo musical assente na crítica política e social. Corrupção, pobreza, violência, alienação dos ricos e políticos são temas frequentemente satirizados nas suas crónicas musicais. Logo no primeiro álbum, em 1993, “Lôrabúrra” fez êxito e andou nas bocas dos portugueses. “Festa da Música”, “2345Meia78”, “Astronauta” foram outros dos fenómenos de popularidade que o músico somou ao longo dos seis álbuns de originais já editados. Para 2011 anuncia-se a saída do seu novo disco no Brasil e o regresso aos palcos em Portugal, iniciando no Crato a sua tournée pelo nosso país.

Artistas / Projectos Nacionais

DEOLINDA

http://www.deolinda.com.pt

Dá-me a tua mão, sai de casa e vem para a rua: a música popular lisboeta rememorou os seus feitos, redescobriu alegria e candura num meio onde isso já parecia improvável, e até encontrou maneira de o expressar. E olha: tornou-se outra vez contagiante, fez-se outra vez entusiasmo, tornou-se outra vez popular. A encerrar os espectáculos da terceira noite do Festival do Crato apresentamos a música contagiante, entusiasmada e deliciosamente portuguesa dos multi-premiados DEOLINDA.

EXPENSIVE SOUL

http://www.expensivesoul.com

Passaram-se quatro anos desde “Alma Cara” e o amadurecimento estético é notório no 3º disco dos EXPENSIVE SOUL. O single de avanço “O Amor É Mágico” tomou rapidamente de assalto as principais rádios portuguesas e renovou o interesse do público, valendo-lhe inclusive a conquista do Globo de Ouro na categoria de Melhor Música, desencadeando uma série de pedidos para concertos a que a banda respondeu prontamente, ou não fosse o palco o seu elemento natural. É com os EXPENSIVE SOUL que encerramos a primeira noite do Festival do Crato em 2011

CLÃ

http://www.cla.pt

O novo álbum dos CLÃ é um trabalho inspirado no universo dos supernovos, integralmente composto por canções originais, lúdicas e irreverentes, cheias de histórias de crianças e para crianças. “Disco Voador” não é um OVNI no cosmos dos CLÃ. Embora a banda tenha, a bordo das músicas que o compõem, atravessado várias vezes o seu próprio universo sonoro à velocidade da luz, este não é um projecto estranho àquilo que os CLÃ vêem como futuro do seu passado e como passado do seu futuro. No Crato, vamos poder assistir a um concerto especial dos CLÃ que cruza os temas do novo Disco Voador, com os clássicos de 19 anos de carreira que tanta energia e paixão têm espalhado pelo País.

LEGENDARY TIGERMAN

http://www.myspace.com/thelegendarytigerman

“Femina” é a nova afirmação do talento de LEGENDARY TIGERMAN. “Femina”, é o disco em que LEGENDARY TIGERMAN abandona as suas viagens solitárias e recorre ao universo feminino que, de forma ora explicita ora dissimulada, o acompanha desde o álbum de estreia. Asia Argento, Peaches, Lisa Kekaula, Becky Lee, Phoebe Killdeer, Rita Redshoes, Claúdia Efe, Maria de Medeiros, Mafalda Nascimento, Cibelle e Cais Sodre Cabaret materializam em “Femina” as canções do Tigerman. Na noite de encerramento do Festival, o Crato vai assistir à originalidade do Rock e dos Blues cantados por um dos artistas portugueses com uma das mais respeitáveis carreiras internacionais, o one man band, LEGENDARY TIGERMAN.

HOMENS DA LUTA

http://www.homensdaluta.com

“Neto e Falâncio” tornaram-se dois nomes incontornáveis no panorama do humor em Portugal e sentiram a necessidade de evoluir na forma e no conteúdo. Juntaram-se a outros oito músicos; juntaram o seu megafone e a sua guitarra a outros instrumentos bem populares, como o acordeão, as caixas de ritmos e outros instrumentos de percussão tradicional portuguesa. Todos juntos formam o colectivo HOMENS DA LUTA, que vem ao Crato apresentar o mais original e divertido espectáculo do ano, no qual a música de intervenção, fará agitar muitos Portugueses.

MARCO RODRIGUES

http://www.myspace.com/marcorodrigues

O segundo álbum de MARCO RODRIGUES “Tantas Lisboas”, foi editado em Setembro de 2010, numa homenagem à cidade que o acolheu e o apresentou ao Fado. Composto por temas originais, incluindo dois temas de sua composição mas também clássicos como o lendário “Fado do Estudante”, o álbum traduz-se num espectáculo entusiasmante conduzido pela simpatia e talento deste fadista. Temas como “O Homem do Saldanha”, gravado em dueto com Carlos do Carmo, “Valsa das Paixões”que partilhou com Mafalda Arnauth ou “Tantas Lisboas” são já conhecidos do público mais atento à canção nacional. Marco Rodrigues apresenta-se ao público do Crato no dia de abertura do Festival, contando no seu espectáculo com a participação da fadista do Crato ALEXANDRA MARTINS.

DJ’s

As madrugadas do Festival do Crato serão este ano animadas por importantes nomes do Deejayng nacional e internacional.

DJ MORENO (www.deejaymoreno.com), encerrará a primeira noite do Festival do Crato.

BAILARICO SOFISTICADO DJ SET (www.myspace.com/bailaricosofisticado), encerrará a segunda noite do Festival.

DJ GLUE e VIRGUL MC (dos extintos DA WEASEL) (www.myspace.com/glue2099), encerrarão a terceira noite do Festival.

O popular músico e DJ Brasileiro MARCELINHO DA LUA (www.marcelinhodalua.net), animará a última madrugada do Festival.

Artistas / Projectos Locais

FILARMÓNICA DO CRATO, a abrir os espectáculos do Festival do Crato, dando as boas-vindas a todos os que nos visitam.

JOMINHO, abre os espectáculos da segunda noite do Festival do Crato.

GUITOLÃO WORLD PROJECT a abrir os espectáculos da terceira noite do Festival do Crato, a música de um novo instrumento português idealizado por Carlos Paredes, que no Crato ganha sonoridades de world music.

DAVID ALMEIDA “GRUPE”, a noite que encerra o Festival do Crato, abre com a música de mais um projecto da região (www.myspace.com/davidalmeidagrupe).

Animação de Rua

Grupo Popular “Pilha Galinhas”

Música alegre e divertida, resultando da interacção com o público, fazem do “Grupo Popular Pilha Galinhas” uma animação versátil de grupos e eventos. Os “Pilha Galinhas” interpretam música popular portuguesa com muito humor à mistura. Na sua composição encontram-se diversos instrumentos tradicionais portugueses, como o acordeão, a concertina, o cavaquinho, a guitarra portuguesa, a viola, a cana rachada, o reque e o pote.

http://www.youtube.com/watch?v=xjxw3gXLPJA

http://www.youtube.com/watch?v=zLupehm8lqw

http://www.youtube.com/watch?v=7VVSlEmOrhM

Concertinas do Vale Tejo

Nasceu no Vale do Tejo um grupo de oito músicos dedicados à música tradicional portuguesa, interpretando temas nacionalmente conhecidos nas concertinas e harmónios, sendo os últimos, instrumentos rudimentares com uma sonoridade muito interessante. As “Concertinas do Vale do Tejo” proporcionam animação em actuações de palco ou itinerantes e convocam o melhor da música tradicional.

http://www.youtube.com/watch?v=0T2kPcpA9MU&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=MP9q_Fyt-VM&feature=related

Xaral’s Dixie

São um dos mais recentes agrupamentos a tocar Dixie em Portugal, mas são já uma das maiores promessas do género.

Gamado, aqui.

Tapete de Arraiolos candidato a Património Imaterial

O município alentejano de Arraiolos já iniciou as obras do Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos, num investimento superior a 1,5 milhões de euros, e está a preparar uma candidatura da tapeçaria local a Património Imaterial da Humanidade.
 
Em declarações à Agência Lusa, o presidente da Câmara de Arraiolos, Jerónimo Lóios, adiantou hoje que a autarquia vai começar a “fazer as diligências necessárias e a preparar um dossier” para candidatar o genuíno Tapete de Arraiolos a Património Imaterial da Humanidade.
 
O Tapete de Arraiolos é “um património cultural mundialmente conhecido” que “já justifica e merece ser reconhecido como Património Imaterial, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO)”, disse o autarca alentejano.

Gamado aqui