Archive for the ‘Vinho do Porto’ Category

Vinho do Porto aumenta vendas no Brasil em cerca de 30%

O mercado brasileiro voltou ao “Top 10” da lista de países consumidores de vinho do Porto, ocupando o décimo lugar da tabela, atualmente liderada pela França. De acordo com o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), as vendas para o Brasil no primeiro semestre de 2011 alcançaram 2,4 milhões de euros, tendo o volume de negócios crescido 31,2% em relação ao mesmo período de 2010. Estes valores vêm reforçar a procura de produtos nacionais no Brasil.

O Brasil volta a fazer parte do top 10 de países consumidores de vinho do Porto, assumindo, no final de Junho, uma quota de 1,8% do total de vendas.  Fixado, no primeiro semestre do ano, em 132,4 milhões de euros, o valor global de negócios reflete uma queda de 9,4% face a período homólogo de 2010.

A França reforça o seu lugar no topo da tabela, sendo o maior mercado para o vinho do Porto, cujo volume de negócios atingiu os 36,5 milhões de euros até Junho. Segue-se a Holanda, que acumulou 16,7 milhões de euros e Portugal, que consumiu 15,1 milhões de euros, sofrendo uma queda de 17,9% quando equiparado com os valores homólogos.

Os maiores crescimentos na compra de vinho do Porto registaram-se na Polónia e na Finlândia, tendo as vendas subido cerca de 58% e 43%, respetivamente. Brasil e Espanha também assinalaram um aumento da procura pelo tradicional produto português: 31,2% e 8,1%, respetivamente.

Anúncios

Vinho do Porto em campanha de Verão

Conquistar públicos jovens e apelar ao consumo nacional é o objectivo da campanha que arranca na próxima semana e se prolonga até final de Setembro: “Muda de Cenário”. Uma iniciativa do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto que este ano vem desafiar os portugueses a serem os grandes embaixadores do Vinho do Porto!

Até final de Setembro, mupis espalhados pelas mais importantes zonas balneares do país, apresentam uma imagem rejuvenescida do Vinho do Porto com fotografias sugestivas de cocktails feitos a partir do vinho do Porto Branco e Rosé a apelarem a novos consumos e a uma mudança assumida de atitude perante um dos vinhos mais destacados do mundo.

As praias da Comporta e de Moledo são as eleitas para surpreender o target, da classe média e média alta, entre os 25 e os 35 anos.

A campanha Muda de Cenário foi lançada pelo IVDP em 2010 com o objetivo de rejuvenescer a imagem do Vinho do Porto e potenciar uma mudança nos seus hábitos de consumo. Em 2011, a mensagem mantém-se.

No total, serão investidos 220 mil euros, até final de Setembro, numa acção concertada de publicidade, comunicação e relações públicas, que visa divulgar diferentes vinhos do Porto.

Gamado aqui

Menos 25 mil pipas de vinho do Porto nesta vindima

A Região Demarcada do Douro vai transformar em vinho do Porto 85 mil pipas em 2011, menos 25 mil do que na vindima anterior, anunciou ontem o presidente do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), Luciano Vilhena Pereira.

O presidente da entidade que regula a produção de vinho na região justifica a redução do número de pipas a beneficiar este ano (a quantidade de mosto que cada viticultor pode destinar à produção de vinho do Porto) com a retracção do consumo.

“Não se concretizaram as expectativas de continuar a aumentar as vendas e o crescimento mundial entre os países compradores de vinho do Porto que se esperavam o ano passado”, explicou o responsável do IVDP. Ao invés, “os mercados tradicionais, incluindo o nacional, retraíram-se”, pelo que este “é um valor ajustado às necessidades e ao futuro do vinho do Porto”, defendeu.

O comunicado de vindima, que define o número de pipas a beneficiar, é elaborado com base em vários factores, tais como a produção prevista de vinho na próxima vindima ou as vendas registadas nos primeiros meses do ano. Este ano, o benefício fixado pelo conselho interdisciplinar do IVDP, um instituto público que faz parte da administração indirecta do Estado, foi aprovado com os votos a favor do sector do comércio e os votos contra da produção.

A Casa do Douro (CD), representante da produção, considera que esta redução significa que os viticultores durienses vão experimentar “novos prejuízos” que vão “pôr em causa muitas explorações”, afirmou o presidente da entidade, Manuel António Santos.

Gamado aqui

>Festa do Vinho, Produtos Regionais & Turismo (Peso da Régua)

>

De 2 a 5 de Junho, vai realizar-se a VI edição da Festa do Vinho, Produtos Regionais, & Turismo, na cidade de Peso da Régua.

A exemplo de anos anteriores, a Festa do Vinho Produtos Regionais & Turismo traz à Região do Douro importadores de vários países, num evento que tem como principal objectivo apoiar e dinamizar as exportações de vinhos e produtos regionais.

Com uma vertente essencialmente comercial, este evento possibilita aos produtores de vinhos e produtos regionais, o contacto com importadores de diversos países, sem sair da região, potenciando os negócios e a exportação dos seus produtos.

Fruto dos contactos realizados em anteriores edições, foram vários os produtores que conseguiram alargar o seu mercado de exportação. Passaram já pela Festa do Vinho e Produtos Regionais, nas cinco anteriores edições, 149 importadores de 17 países.

Na edição do ano passado estiveram presentes 21 importadores de 12 países (Alemanha, Rússia, Polónia, EUA, Brasil, Finlândia, Dinamarca, Suécia, Canada, Reino Unido, Rep. Checa e Hungria), assim como diversos distribuidores nacionais.

A Festa do Vinho, Produtos Regionais & Turismo, decorrerá no Espaço Multiusos, junto à Avenida do Douro, e apesar de ser um evento com uma vertente profissional, está aberta ao público e tem entrada gratuita, permitindo aos visitantes a descoberta dos sabores e aromas da Região, assim como da sua oferta turística. No mesmo espaço, decorrerão acções de animação.

Paralelamente, e a complementar a Festa do Vinho, decorrerá o Concurso de Vinhos do Douro e Porto, numa organização da Nervir – Associação Empresarial e do IVDP – Instituto dos Vinhos do Douro e Porto e o apoio da DRAPN – Direcção Regional de Agricultura do Norte e da Revista e Vinhos.

Ver artigo completo aqui

>Casas do vinho do Porto declaram 2009 como ano vintage

>

As casas de vinho Porto Taylor’s, Fonseca e Croft, do grupo The Fladgate Partnership decidiram declarar 2009 como ano vintage clássico e o anúncio oficial está marcado para este sábado, dia de São Jorge, como já é tradição.

“As condições quentes e secas do ano vitícola de 2009 em conjunto com o recurso à pisa em lagares tradicionais – método do qual as nossas casas não abdicam – produziram vinhos monumentais e de grande guarda”, aponta o grupo numa nota explicativa citada pela Agência Lusa.

O vintage 2009 vem na sequência de três outros vintages considerados igualmente “extraordinários”: os de 2000, 2003 e 2007. Segundo o director-geral da Fladgate, Adrian Bridge, “é muito raro sucederem-se quatro vintages excepcionais na mesma década”.

As declarações vintage ocorrem apenas nos anos considerados de extrema qualidade.

Ver artigo completo aqui

>Rótulos e cartazes de Vinho do Porto em exposição itenerante

>

A Sala de Exposições da Residência de Estudantes de Mesão Frio acolhe a partir de hoje e até ao dia  28 de Fevereiro, uma Exposição de Rótulos e Cartazes de Vinho do Porto.

A Exposição Itinerante é da responsabilidade do Museu do Douro, promovida em Mesão Frio pela Câmara Municipal. Paralelamente, decorrerá também até 28 de Fevereiro uma Exposição do mesmo teor, desta feita alusiva à Adega Cooperativa de Mesão Frio.

A Exposição Itinerante de Rótulos e Cartazes de Vinho do Porto, da responsabilidade do Museu do Douro, estará patente ao público de 19 a 28 de Fevereiro, na Sala de Exposições da Residência de Estudantes de Mesão Frio, e  apresenta rótulos e cartazes que marcaram a história do vinho do Porto, produzido na mais antiga região demarcada do mundo. 

Esta exposição já se encontra em Mesão Frio desde o inicio de Dezembro, no entanto, a Câmara Municipal de Mesão Frio promoveu, em parceria com o Agrupamento de Escolas do Concelho, visitas guiadas aos alunos, visitas estas que se mostraram um verdadeiro sucesso pela enorme curiosidade demonstrada pelos cerca de setecentos alunos de todos os Ciclos de Ensino do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio.

Paralelamente, decorrerá de 19 a 28 de Fevereiro, também na Residência de Estudantes, uma exposição de Rótulos da Adega Cooperativa de Mesão Frio, a primeira Adega Cooperativa da Região Demarcada do Douro e primeira Cooperativa duriense a engarrafar vinho.

Ver artigo completo aqui

SCION recebe nota máxima de influente crítico norte-americano

O vinho do Porto Taylor’s SCION, com 155 anos, obteve a nota máxima dada pelo norte-americano Robert Parker, o crítico de vinhos mais famoso e prestigiado do mundo e editor da conhecida revista The Wine Advocate.

«O SCION é um Tawny incrível, na verdadeira acessão da palavra», «um elixir inesquecível» e «um vinho que nos deixa de queixo caído», estes foram alguns dos comentários de Neil Martin, o provador de vinho do Porto para Robert Parker, que atribuiu ao SCION a pontuação máxima: 100 pontos!

O Taylor’s SCION é um Porto que embora lançado recentemente tem 155 anos, o que faz dele um vinho pré-filoxérico, «notável não só pela sua raridade e importância histórica», mas também por «estar em perfeitas condições», segundo refere fonte da empresa.

«A Taylor’s orgulha-se de envidar todos os seus esforços naquela que é talvez a melhor Denominação de Origem a nível mundial, o Vinho do Porto», salienta Adrian Bridge, director-geral da Taylor’s.
O responsável considera ainda que «poucas Denominações de Origem podem apresentar vinhos com século e meio de envelhecimento com características tão excepcionais capazes de espantar todo o mundo».

Ver artigo completo aqui