Archive for the ‘Catraios’ Category

Festival BejaKids

Os espectáculos infantis “Ruca – A Festa Surpresa” e “Vila Moleza” vão marcar a primeira edição do Festival Infanto-juvenil “BejaKids”, promovido pela Câmara de Beja e que vai decorrer nos próximos dias 08 e 09 de Outubro.

   O “BejaKids”, que terá periodicidade anual, pretende “preencher uma lacuna existente em Beja e no resto do Alentejo”, ou seja, “a falta de eventos para o público infanto-juvenil”, explicou hoje à agência Lusa o vereador do município, Miguel Góis.

   O “grande objectivo” do festival é “proporcionar às crianças e aos adolescentes de Beja e do resto do Alentejo a oportunidade de assistirem, a preços acessíveis e, pelo menos, uma vez por ano, a espectáculos infanto-juvenis de grande dimensão, que, normalmente, decorrem em grandes cidades”, como Lisboa e Porto, explicou.

   A Câmara de Beja pretende que o “BejaKids” “cresça” e “tenha um impacto supra municipal e seja um atractivo regional”, disse Miguel Góis, adiantando que a segunda edição do festival irá durar três dias e decorrer entre 05 e 07 de Outubro de 2012.


   Os “grandes atractivos” da primeira edição do “BejaKids”, que vai decorrer no Parque de Feiras e Exposições de Beja, são dois espectáculos de “dimensão internacional” associados a duas séries infantis de televisão, “Vila Moleza” (dia 08 de Outubro) e “Ruca – A Festa Surpresa” (dia 09 de Outubro).

   Além dos dois espectáculos, o “BejaKids” vai incluir também os espectáculos da oitava edição da Bienal Internacional de Teatro para a Infância e Juventude (BITIJ), organizada pelo Grupo de Teatro Jodicus, da aldeia de Cabeça Gorda, no concelho de Beja.

   O “BejaKids” vai dispor ainda de um “megaparque de diversões” instalado no Parque de Feiras e Exposições de Beja e que terá várias actividades para os mais novos, como ateliês, insufláveis, piscinas de bolas, pistas de rádio modelismo, escorregas e matraquilhos humanos.

   O festival vai realizar-se em paralelo com outros eventos também promovidos pela Câmara de Beja, como as feiras “Vinipax”, “Olivipax” e “Beja Gourmet”, que vão decorrer no Parque de Feiras e Exposições da cidade de 07 a 09 de Outubro.

   O segundo Festival “Alentejo das Gastronomias Mediterrânicas”, promovido pela Turismo do Alentejo, de 03 a 09, e a Semana Taurina “Beja Brava”, organizada pela Câmara de Beja, de 05 a 09, são outras iniciativas previstas para Outubro na capital do Baixo Alentejo.

Gamado, aqui.

Anúncios

O cavalo mais pequeno do Mundo no Zoo de Lagos

O cavalo mais pequeno do Mundo no Zoo de Lagos

O Alie já está no Zoo de Lagos. O Alie tem 3 anos e mede 70cm de altura.

Trata-se de um cavalo anão, não é um pónei, mas sim um exemplar de uma espécie rara de cavalo, o mais pequeno do Mundo. O cavalo da espécie Falabella, está a viver na Quinta do Zoo, à espera que chegue mais um macho e uma fêmea da Holanda.


Sobre a espécie Falabella:
Não é um pónei mas sim um cavalo anão. São animais calmos e dóceis. O seu primeiro criador, Jukio Falabella, da Argentina, fez um cruzamento entre raças – um Puro Sangue, pequeno, e póneis Shetland- conseguindo exemplares que estão hoje espalhados por todo o Mundo, mas são muito raros. Têm uma estrutura delgada e pernas finas.

QUANDO: A partir de 3 de Agosto 2011

ONDE: Quintinha do Zoo de Lagos
Parque Zoológico de Lagos
Quinta das Figueiras – Sítio do Medronhal, Barão de São João

Gamado, aqui.

Insectos gigantes ‘invadem’ Olhão

A Avenida 5 de Outubro, em Olhão, foi o cenário escolhido para insectos gigantes se apresentarem ao público. Os ‘bichos’ chegam a partir das 22h00 de 29 de Julho, pela Companhia Sarruga, que apresenta “Fazer Gigantes Esses Pequenos Insectos” na principal artéria olhanense.

Um estremecimento no solo. Um rugido aterrador. Outro estremecimento. Ao longe, inicia-se um ritmo constante, uma música estridente. Grandes labaredas iluminam a rua e o calor ardente parece queimar por um instante.

Dois estremecimentos mais. Acercam-se. Apercebe-se uma estrutura alta e luminosa, que sobressai por entre uma nuvem de neblina ancestral. De entre o odor, a pólvora aparece o primeiro deles. São dragões, são répteis gigantes, são monstros de outros tempos…

Sarruga é uma companhia com 15 anos de percurso; nascida em 1994 na sequência de uma inquietação e de uma energia muito pessoal, motivada por Pakito Gutiérrez, seu director e criador.

Sarruga

A decisão de fazer espectáculos de rua emerge a partir de uma ideia clara – fazer gigantes esses pequenos insectos que apaixonam o seu criador. Essa ideia leva-o a lançar-se num intenso estúdio de engenharia mecânica e de motricidade, para poder converter esses minúsculos insectos vivos em imensas máquinas que parecem vivas.

A mobilidade das máquinas está perfeitamente concebida para que possam realizar movimentos idênticos aos insectos reais. Dessa ideia original com insectos, Sarruga foi ampliando o seu ponto de vista e criando animais mitológicos (dragões), animais marinhos, etc…
Um impressionante e divertido espectáculo de rua, para ver dia 29 de Julho, em Olhão.

Com entrada livre, este espectáculo é uma co-produção entre o Município de Olhão e o programa Allgarve.

Trânsito Condicionado: Durante as 22h00 e as 23h00 do próximo dia 29 de Julho não haverá trânsito automóvel na Av. 5 de Outubro. Caso necessite de deslocar a sua viatura durante esse período, deverá estacionar fora desta artéria.

Gamado, aqui.

>Verão em Movimento em Miranda do Douro

>

Verão em Movimento é um projecto da Câmara de Miranda do Douro, que pretende ser uma ocupação dasférias do Verão, oferecendo aos mais novos dias cheios deactividades lúdicas, pedagógicas e até mesmosartísticas.

O programa do Verão em Movimento compreende um conjunto diversificado de atividades práticas de carácter criativo e pedagógico tendo em vista o aproveitamento do tempo das férias.

Actividades que passam por jogos de comunicação e expressão, actividades ao ar livre, música, dança,teatro, workshops, pintura, actividades de culinária e desportivas.

Este ano a autarquia decidiu, ainda implementar  os jogos tradicionais no programa de forma a que os mais jovens tenham contacto directo com a cultura e a tradição.

Também o meio ambiente não foi esquecido e são várias as oficinas de reciclagem que estão preparadas para as crianças.

As inscrições decorrem até ao próximo dia 15de Julho no Posto de Turismo e no antigo Edifico da UTAD.

Fonte: Câmara Municipal de Miranda do Douro

>Portugal dos Pequenitos reinventa-se (Coimbra)

>

“O Portugal dos Pequenitos vai ser alargado e dotado de novas infra-estruturas que hoje não possui, dando-se, assim, seguimento à obra que Bissaya Barreto colocou ao serviço das crianças há, precisamente, 71 anos. Ontem, dia da passagem de mais um aniversário daquele que foi o primeiro parque temático do país, a festa foi feita com as crianças, sem grandes novidades relativamente ao futuro do parque, sendo certo, porém, que é intenção da administração dotar o espaço de novas casinhas representativas da arquitectura portuguesa.
São representações de edifícios e monumentos do século XX que a administração da Fundação Bissaya Barreto gostaria de implementar na vasta área livre onde se encontrava o relógio de sol.” (sacado daqui)

>Herbário e permacultura para crianças (Almoçageme)

>

imagem daqui

“Realiza-se a 1 de Junho, das 18h00 às 19h30, uma iniciativa de construção de um herbário e permacultura para crianças, em Almoçageme, Colares – Sintra, com Sílvia da floresta.

A iniciativa compreende a “construção de um herbário (catálogo ou colecção de plantas secas para identificação) e identificação de algumas espécies vegetais e a sua importância na medicina natural”, explicam os organizadores.” (Público)

Público alvo: crianças a partir dos 5 anos.

Local: Centro Tinkuy / Estrada do Rodízio, nº 2, 2705-335, Almoçageme

Não necessita de inscrição.

Contribuição: 2 euros

Contactos:

Telef: 21.929.25.06

Telem: 96.794.14.68

Email: sílvia.da.floresta@gmail.com  (Público)

>Mostra de Espantalhos em Macedo de Cavaleiros

>

De 14 de Abril a 2 de Maio, a Praça das Eiras acolhe nova Mostra de Espantalhos.

Pelo quarto ano consecutivo, estas “figuras” que selam pelas boas colheitas, simulando a presença humana, elaboradas por grupos das escolas e associações do concelho, estarão na em exposição na praça macedense.

São 22 os grupos participantes que com muita imaginação e criatividade dão “corpo” aos espantalhos. Numa atitude de sensibilização para o combate ao consumismo, é obrigatória a reutilização de objetos e materiais na elaboração dos espantalhos.

Esta iniciativa da Câmara Municipal pretende demonstrar a utilidade desta “figura” na agricultura biológica no combate de pragas e parasitas. A revalorização desta antiga tradição agrícola, permite também a fomentação do diálogo entre as crianças e os mais velhos, através da partilha de um tema comum.

Gamado, aqui.